American Assassin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book.svg
Esta página ou secção não cita fontes confiáveis e independentes, o que compromete sua credibilidade (desde outubro de 2017). Por favor, adicione referências e insira-as corretamente no texto ou no rodapé. Conteúdo sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
American Assassin
Assassino Americano (PT)
O Assassino: O Primeiro Alvo (BR)
 Estados Unidos
Não Classificação

2017 •  111 min 
Direção Michael Cuesta
Produção Lorenzo di Bonaventura
Nick Weschler
Roteiro Stephen Schiff
Michael Finch
Edward Zwick
Marshal Herskovitz
Elenco Dylan O'Brien
Michael Keaton
Sanaa Lathan
Shiva Negar
Taylor Kitsch
David Suchet
Charlott Vega
Música Steven Price
Cinematografia Enrique Chediak
Edição Conrad Buff IV
Distribuição Lionsgate Films
Idioma Inglês
Orçamento $33 milhões
Receita $62.9 milhões
Página no IMDb (em inglês)

American Assassin (O Assasino: O Primeiro Alvo, no Brasil, e Assasino Americano, em Portugal) é um filme de ação estadunidense de 2017 dirigido por Michael Cuesta baseado no livro de romance de 2010 do mesmo nome escrito por Vince Flynn. O filme conta a história de Mitch Rapp, um jovem psicologicamente destruído por ter visto a noiva sendo morta à sua frente. Sedento por vingança, Rapp vai atrás do assassino sozinho, mas a CIA interfere e o agente veterano da guerra fria Stan Hurley é recrutado para treina-lo. 

O filme é protagonizado por Dylan O'Brien como Mitch Rapp, com o resto do elenco sendo composto por Michael Keaton, Sanaa Lathan, Shiva Negar, Taylor Kitsch, David Suchet, Navid Negahban, Scott Adkins, e Charlott Vega. O roteiro foi escrito por Stephen Schiff, Michael Finch, Edward Zwick e Marshall Herskovitz. Chris Hemsworth recebeu o convite para protagonizar o filme, mas recusou a proposta. Bruce Willis também foi cogitado para entrar para o elenco. Ele seria o mentor de Mitch Rapp. Quanto à direção, Antoine Fuqua, Jeffrey Nachmanoff e Edward Zwick foram cogitados para assumir o lugar que mais tarde seria dado a Michael Cuesta.

O longa foi lançado dia 15 de Setembro de 2017 nos Estados Unidos, e dia 21 de Setembro no Brasil. O orçamento foi de $33 milhões de dólares, e arrecadou $51 milhões no mundo todo. Recebeu críticas misturadas, algumas pessoas descreveram como clichê, sem emoção, e superficial, porém, a performance do elenco foi bastante elogiada, estando em destaque a atuação de Dylan O'Brien, depois do acidente no set de Maze Runner: A Cura Mortal.

Sinopse[editar | editar código-fonte]

Devastado pela morte da noiva diante de seus olhos em um atentado terrorista, Mitch Rapp (Dylan O'Brien) dedica-se incansávelmente à vingança, o que chama a atenção da CIA. Recrutado, o descontrolado rapaz é enviado para o rígido treinamento de Stan Hurley (Michael Keaton), veterano militar que prepara assassinos secretos de atuação internacional e tem sérias ressalvas à avaliação psicológica de Mitch. O jovem que está com o psicológico destruído é recrutado por Hurley para uma missão em que seu papel é desativar uma arma nuclear capaz de acabar com o país inteiro.

Enredo[editar | editar código-fonte]

Mitch Rapp e sua namorada estão de férias em Ibiza, na Espanha, quando uma célula radicalista jihadista islâmica pousa na praia e começa a atacar civis com rifles de assalto. Em meio à carnificina, Rapp freneticamente tenta encontrar sua namorada, mas é incapaz de impedir sua morte nas mãos dos terroristas.

Dezoito meses depois, Rapp, agora consumado por seu desejo de vingança, freqüenta um quadro de mensagens na internet onde o terrorista responsável pelo questionário de namorada de sua namorada sobre aspectos do Islã e da jihad. Tendo conseguido um convite para encontrá-lo cara a cara, Rapp prepara-se para vingar-se do homem responsável pela morte de sua namorada, mas antes de poder matar o terrorista, a célula é de repente emboscada pelas Forças Especiais dos EUA. Mentir sobre a percepção de que ele foi negado a sua vingança, Rapp repetidamente apalpou o terrorista que ele estava procurando antes de ser arrastado pelas forças dos EUA. Em uma casa segura da CIA, Rapp é oferecido a uma chance pela diretora adjunta da CIA, Irene Kennedy, para se juntar a uma unidade de operações pretas, que tem o codinome de Orion. Stan Hurley, é um antigo militar da Marinha e um veterano da Guerra Fria que treina Rapp e os outros recrutas em guerra assimétrica.

O material em questão parece estar indo para os radicais iranianos, que estão chateados com o acordo nuclear do governo iraniano com os EUA. Ao verificar a venda do material nuclear na Polônia, o plutônio é interceptado por um terceiro, que elimina os vendedores antes de desaparecerem a multidão. Na Virgínia, Hurley vê notícias sobre o incidente na Polônia e identifica tentativamente o perpetrador como um ex-soldado da marinha e um operário de Orion que se acredita terem sido mortos em ação e agora passando pelo codinome "Ghost". O time de Hurley é enviado para a Turquia para interceptar o comprador pelo qual "Ghost" está trabalhando.

Em Istambul, a equipe de Hurley é identificada e a tentativa de interceptação do dispositivo de gatilho falha. Rapp, sem a ordem de Hurley, persegue o comprador ao apartamento dele, e depois de matar o homem, recupera seu laptop. A informação leva a equipe a Roma, onde os agentes da Orion identificam um aparelho que é necessário para criar o material nuclear em uma arma funcional. Ainda em Roma, Rapp descobre uma colega de trabalho, Annika, como agente estrangeiro do Irã. Ela explica que ela está trabalhando para a facção iraniana principal que está tentando impedir que os radicais conseguem o material nuclear. Durante uma reunião entre Hurley e um contato iraniano, Ghost os embosca e mata o contato e captura Hurley.

Na casa segura da CIA em Roma, Annika está sendo levada sob a guarda por dois agentes do Mossad, quando Rapp intercepta o carro e a liberta. Trabalhando juntos, ambos localizam a sede subterrânea de "Ghost", que está usando para construir o dispositivo nuclear. Depois de infiltrar os túneis, Rapp localiza e libera Hurley gravemente ferido, no entanto Annika é capturada pelo "Ghost". Ela se mata com a arma dele antes de "Ghost" escapar para um barco com o nuclear. Com base em uma conversa anterior, Hurley deduz que "Ghost" pretende fazer um ataque de kamikaze contra a Sexta Frota da Marinha dos Estados Unidos. Rapp invade o barco de "Ghost", enquanto a Sexta Frota, alertada para o iminente ataque nuclear através dos canais da CIA, se prepara para o ataque.

A bordo do barco de "Ghost", Rapp mata ele e tenta desviar o barco para longe da Sexta Frota para proteger os navios da explosão, para lançar a arma nuclear no mar, após isso, ele é resgatado a bordo de um helicóptero da Marinha dos Estados Unidos, onde Stan está junto. Segundos depois, o dispositivo detona, criando um vasto buraco e um tsunami subsequente que inunda os navios da Sexta Fleta, mas a frota sobrevive à explosão.

Após a explosão, Hurley está se recuperando de seus ferimentos e Rapp está de férias em Dubai, enquanto observa notícias que indicam que a facção iraniana que tentou obter a arma nuclear ganhará as eleições presidenciais. Em Dubai, o candidato da facção e seus acompanhantes entram em um elevador no qual Rapp já está presente, sorrindo.

Elenco[editar | editar código-fonte]

Marketing[editar | editar código-fonte]

Uma primeira foto de Dylan O'Brien como Mitch Rapp foi lançada em 12 de setembro de 2016. No dia 2 de novembro de 2016, as imagens de produção do elenco foram publicadas.

Um primeiro trailer foi exibido nos expositores no painel Lionsgate no CinemaCon em março de 2017. O primeiro trailer foi lançado online em abril de 2017. Em 20 de junho, o trailer da banda vermelha foi publicado.

Bilheteria[editar | editar código-fonte]

A partir de 8 de outubro de 2017, a American Assassin arrecadou $34.4 milhões nos Estados Unidos e no Canadá e $17.4 milhões em outros territórios, num total mundial de $51,8 milhões, contra um orçamento de produção de $33 milhões.

Na América do Norte, o filme foi lançado ao lado de Mãe, e foi projetado para arrecadar de 12 a 14 milhões em 3.154 salas de cinema em seu fim de semana de abertura. Fez $915.000 das prévias de quinta-feira à noite em 2.400 salas de cinema e $5.8 milhões em seu dia de abertura. Ele passou a debutar para $14.8 milhões, terminando em segundo lugar na bilheteria, atrás do Holdover It. No segundo fim de semana, o filme ganhou $6.3 milhões, caindo para o quarto lugar.