Aníbal Silveira

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Aníbal Cipriano da Silveira Santos (São Roque, 17 de março de 1902 - São Paulo, 16 de agosto de 1979) foi um médico brasileiro, um dos pioneiros da psiquiatria no Brasil.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Formou-se em medicina em 28 de janeiro de 1931 pela Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo, além de ter recebido posteriormente o título de psicólogo.

Exerceu no Hospital do Juqueri as funções de anatomopatologista, psiquiatra, médico interno, residente e chefe de clínica.

Desde 1935, começou a utilizar sistematicamente a prova de Rorschach em suas pesquisas e nos exames de pacientes.

Em 1941 obteve o título de livre-docente da cadeira de clínica psiquiátrica da FMUSP, defendendo a tese O Método de Meduna em Esquizofrênicos Crônicos.

Entre 1941 e 1943, nos Estados Unidos, foi fellow em fisiologia do córtex cerebral na John Simon Guggenheim Memorial Foundation e assistente de pesquisas psiquiátricas da Universidade de Chicago, em Illinois.

Publicou sua primeira sistematização pessoal do Psicodiagnóstico em 1943.

Em 1949, foi um dos membros fundadores da Sociedade Internacional de Rorschach.

Em 1964 apresentou tese de livre-docência defendida na Escola Paulista de Medicina.

Cargos exercidos[editar | editar código-fonte]

Homenagens[editar | editar código-fonte]

É patrono nas seguintes academias:

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre um médico é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.