Ana Maria Martinozzi

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ana Maria Martinozzi
Princesa de Conti
Reinado 22 de fevereiro de 1654
a 21 de fevereiro de 1666
Predecessora Luísa Margarida de Lorena
Sucessora Maria Ana de Bourbon
 
Marido Armando, Príncipe de Conti
Descendência Luís de Bourbon-Conti
Luís Armando I de Boubon-Conti;
Francisco Luís de Bourbon-Conti
Casa Casa de Bourbon (por casamento)
Nome completo Anna Maria Martinozzi
Nascimento 1637
  Roma, Estados Papais
Morte 1637 (-35 anos)
  Paris, Reino de França
Pai Jerónimo Martinozzi
Mãe Laura Mazzarini
Assinatura Assinatura de Ana Maria Martinozzi
Brasão

'Ana Maria Martinozzi (em francês: Anne Marie Martinozzi; 1637 – 4 de fevereiro de 1672), foi uma aristocrata e membro da Corte francesa. Era sobrinha do Cardeal Mazarino, minitro-chefe do rei Luís XIV de França.

Veio a casar com Armando de Bourbon, Príncipe de Conti, e foi mãe do famoso libertino Francisco Luís, Príncipe de Conti, le Grand Conti. O seu casamento com o Príncipe de Conti fez dela uma Princesa de Sangue.

Foi também Super-intendente da Casa da Rainha relativamente à rainha-mãe, Ana da Áustria, entre 1657 e 1666.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Ana Maria Martinozzi nasceu em Roma, sendo filha de Jerónimo Martinozzi (Girolamo Martinozzi) e de Laura Margarida Mazzarini (Laura Margherita Mazzarini), filha Pietro Mazzarini e irmã mais velha de Júlio Mazarino, Cardeal e Primeiro ministro de França durante a menoridade do rei Luís XIV.

Ela e a sua irmã mais nova, Laura, foam trazidas para França pelo tio, tal como as suas primas maternas, as irmãs Mancini: Laura, Maria, Olímpia, Hortênsia, e Maria Ana. As sete sobrinhas do Cardeal Mazarino ficaram conhecidas por Mazarinettes na Côrte francesa. Mazarino conseguiu assegurar-lhes casamentos vantajosos para todas elas. Maria de Módena, sobrinha de Ana Maria Martinozzi, chegou a ser Rainha de Inglaterra.

Em 1654, Ana Maria casou com Armando de Bourbon, Príncipe de Conti (1629–1666). O casamento realizou-se no Palácio do Louvre a 22 de fevereiro de 1654.

A 24 de março de 1668, foi madrinha por procuração de Luís, le Grand Dauphin, em representação de Henriqueta Maria de França.

Ana Maria faleceu em Paris no Hôtel de Conti, com cerca de 35 anos de idade. Não assistiu ao nascimento da sua primeira neta Maria Ana de Bourbon.

Casamento e descendência[editar | editar código-fonte]

Do seu casamento com Armando de Bourbom, Príncipe de Conti, nasceram três crianças, duas das quais atingiram a idade adulta:

  • Luís (Louis) (1658 - 1658)
  • Luís Armando (Louis Armand), que sucedeu ao pai como Príncipe de Conti (1661- 1685), que casou com a sua prima Maria Ana de Bourbon, em 1680 e veio a falecer sem sucessão com apenas 24 anos;
  • Francisco Luís (François Louis) (1664 - 1709), que sucedeu ao irmão como Príncipe de Conti e que casou com Maria Teresa de Bourbon em 1680; o casal veio a ser monarcas titulares da Polónia-Lituânia em 1697. Com sucessão. O seu único filho homem, Luís Armando II, sucedeu-lhe como Príncipe de Condi e teve sucessão.

Entre os seus descendentes incluem-se Luís Filipe I de França; os pretendentes ao trono de França e de Itália; e os atuais reis de Espanha e Bélgica.

Títulos e tratamentos[editar | editar código-fonte]

  • 1637 – 22 de fevereiro de 1654 : Senhora D. Ana Maria Martinozzi;
  • 22 de fevereiro de 1654 - 21 de fevereiro de 1666 : Sua Alteza Sereníssima, a Princesa de Conti (Madame la Princesse de Conti);
  • 21 de fevereiro de 1666 – 4 de fevereiro de 1672 : Sua Alteza Sereníssima, a Princesa viúva de Conti (Madame la Princesse de Conti douairière)

Ascendência[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ana Maria Martinozzi

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Combescot, Pierre (1999). Les petites Mazarines (em francês). Paris: Grasset. ISBN 2-246-47761-1