Anna Sivkova

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Anna Sivkova
Anna Sivkova
esgrima
Nome completo Anna Vitalievna Sivkova
Especialidade espada
Nascimento 12 de abril de 1982 (41 anos)
Moscou, Rússia
Nacionalidade russa
Período em atividade 2002–2016

Anna Vitalievna Sivkova (em russo: Анна Витальевна Сивкова; Moscou, 12 de abril de 1982) é uma ex-esgrimista russa que consagrou-se campeã europeia, mundial e olímpica.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Anna Sivkova nasceu na cidade de Moscou, capital da então União Soviética, em 12 de abril de 1982.[1] Começou a praticar esgrima aos 11 anos[1] e integrou a equipe sênior da Rússia em 2001.[1][2] Graduou-se na Academia Estadual de Cultura Física de Moscou.[1]

Fez sua estreia no campeonato europeu em 2001, quando conquistou a medalha de prata no torneio por equipes. Nos anos seguintes, obteve uma série de resultados positivos, incluindo dois títulos mundiais e três europeus.[1] Em 2004, integrou a equipe da Rússia nos Jogos Olímpicos de Atenas, onde ganhou a medalha de ouro.[3]

Em 2012, consagrou-se campeã europeia pela quarta vez[4] e participou dos Jogos de Londres,[3] onde terminou o torneio por equipes na quarta posição.[5][6] No ano seguinte, conquistou o ouro por equipes e a prata individual no campeonato mundial.[7][8] Foi reconhecida como a melhor esgrimista russa de 2013[9][10] e participou dos Jogos Europeus de 2015.[11]

Palmarès[editar | editar código-fonte]

Jogos Olímpicos
Ano Local Evento Posição Ref.
2004 Grécia Atenas Espada por equipes 1.ª [1]
Campeonatos Mundiais
Ano Local Evento Posição Ref.
2001 França Nîmes Espada por equipes 1.ª [1]
2003 Cuba Havana Espada por equipes 1.ª [1]
2013 Hungria Budapeste Espada por equipes 1.ª [12]
2007 Rússia São Petersburgo Espada por equipes 2.ª [13]
2013 Hungria Budapeste Espada individual 2.ª [14]
Campeonatos Europeus
Ano Local Evento Posição Ref.
2003 França Burges Espada por equipes 1.ª [1]
2004 Dinamarca Copenhague Espada por equipes 1.ª [1]
2005 Hungria Zalaegerszeg Espada por equipes 1.ª [1]
2012 Itália Legnano Espada por equipes 1.ª [15]
2001 Alemanha Coblença Espada por equipes 2.ª [1]
2002 Rússia Moscou Espada por equipes 2.ª [1]
2004 Dinamarca Copenhague Espada individual 2.ª [1]
2009 Bulgária Plovdiv Espada individual 2.ª [16]
2011 Bulgária Sheffield Espada por equipes 2.ª [17]
2008 Ucrânia Quieve Espada individual 3.ª [18]

Condecorações[editar | editar código-fonte]

  • Homenageado Mestre dos Esportes da Rússia (2003)[19]
  • Ordem da Amizade (18 de fevereiro de 2006)[20]

Referências

  1. a b c d e f g h i j k l m n «Анна СИВКОВА» (em russo). Federação de Esgrima da Rússia. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 1 de dezembro de 2017 
  2. Tatiana Kolchanova. «Анна Сивкова: «В любой ситуации нужно вести себя достойно»» (em russo). Fencing Future. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 10 de agosto de 2014 
  3. a b Evans, Hilary; Gjerde, Arild; Heijmans, Jeroen; Mallon, Bill; et al. «Anna Sivkova». Sports Reference LLC (em inglês). Olympics em Sports-Reference.com. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 17 de abril de 2020 
  4. «Чемпионат Европы. Российские саблисты и шпажистки завоевали золотые медали» (em russo). Sports. 18 de junho de 2012. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2022 
  5. «Россиянки проиграли бронзу США» (em russo). Sportbox. 4 de agosto de 2012. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 22 de dezembro de 2016 
  6. Elena Diachkova (13 de agosto de 2012). «Российские шпажистки уступили американкам в матче за бронзу Олимпиады» (em russo). RIA Novosti. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2022 
  7. Nadezhda Perepechko (8 de setembro de 2013). «Шпажистка Сивкова уверенно провела ЧМ, несмотря на болезнь - Глазунов» (em russo). RIA Novosti. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 14 de julho de 2022 
  8. «Российские шпажистки впервые за 10 лет стали чемпионками мира» (em russo). RIA Novosti. 11 de agosto de 2013. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 24 de maio de 2021 
  9. «Решетников и Сивкова признаны лучшими фехтовальщиками года в России» (em russo). RIA Novosti. 17 de dezembro de 2013. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 14 de julho de 2022 
  10. «Решетников и Сивкова были признаны лучшими фехтовальщиками России в 2013 году» (em russo). Газета. 17 de dezembro de 2013. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 7 de fevereiro de 2019 
  11. Antonina Golikova (11 de junho de 2015). «Исторические Игры, или Что происходит в Баку?» (em russo). Sportbox. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 27 de outubro de 2015 
  12. «Россиянки выиграли венгерский чемпионат мира» (em russo). Sportbox. 11 de agosto de 2013. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 2 de março de 2022 
  13. Nadezhda Perepechko (12 de agosto de 2013). «Сивкова получит медаль ОИ, если сохранит тот же настрой - Глазунов» (em russo). RIA Novosti. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 14 de julho de 2022 
  14. «Чемпионат мира. Женская сборная России по шпаге выиграла золото и другие результаты» (em russo). Sports. 11 de agosto de 2013. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 19 de dezembro de 2022 
  15. «Логунова, Сивкова, Колобова и Шутова — чемпионки Европы по фехтованию на шпагах» (em russo). Газета. 17 de junho de 2012. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2022 
  16. «Сивкова завоевала серебро на ЧЕ по фехтованию на шпагах» (em russo). Газета. 15 de julho de 2009. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2022 
  17. «Российские шпажистки завоевали серебро ЧЕ» (em russo). Газета. 19 de julho de 2011. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 2 de setembro de 2011 
  18. «Чемпионат Европы. Сивкова выиграла бронзу в турнире шпажисток» (em russo). Sports. 6 de julho de 2008. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 20 de dezembro de 2022 
  19. «Олимпийская чемпионка Анна Сивкова — в прямом эфире студии Sport24.ru» (em russo). Sport24. 18 de julho de 2018. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Cópia arquivada em 29 de setembro de 2021 
  20. «Decreto do Presidente da Federação Russa de 18 de fevereiro de 2006 nº 126» (em russo). 18 de fevereiro de 2006. Consultado em 20 de dezembro de 2022. Arquivado do original em 13 de abril de 2022 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]