Annete Stone

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Anette Stone
Nome completo Anette Stone
Nascimento 1937
Manaus,  Amazonas
Nacionalidade brasileira
Cônjuge Júlio Cesar Garcia de Souza
Ocupação ex-Modelo e Miss

Anette Stone ou posteriormente Anette Souza (Manaus, 1937) é uma ex-modelo brasileira famosa por ter ficado em segundo lugar no Miss Brasil 1955. A vitória ficou com a candidata cearense Maria Emília Corrêa, segunda nordestina a ganhar o tradicional título nacional. No certame, Anette representou seu estado de nascimento, o Amazonas. A recepção de Anette ao retornar à capital do seu estado foi um evento tão grandioso quanto a recepção que ocorrera quando da visita de Getúlio Vargas a Manaus. A população saudou a representante do seu estado lotando as ruas e entoando seu nome, enquanto a miss desfilava em um Cadillac cedido pelo magnata Isaac Sabá.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Annete estudou no tradicional Colégio Santa Dorotéia, no Centro de Manaus. Posteriormente se casou com Júlio Cesar Garcia de Souza, um dos executivos fundadores da Companhia de Petróleo da Amazônia (hoje Refinaria Isaac Sabbá). Com ele teve duas filhas, uma médica e outra engenheira. No fim da década de 70 foi morar no Rio de Janeiro, na Praça Nossa Senhora da Paz, em Ipanema. Hoje vive em Maceió, Alagoas[1].

Ver Também[editar | editar código-fonte]

Precedido por
-
Miss Amazonas
1955
Sucedido por
Zeina Ramadan

Referências

  1. «Os 15 anos de glória». Taqui Pra Ti. Consultado em 27 de abril de 2014. 
Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) modelo é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.