Arquidiocese de Bangkok

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Arquidiocese de Bangkok
Archidiœcesis Bangkokensis
Catedral da Assunção de Bangkok
Localização
País  Tailândia
Dioceses sufragâneas Chanthaburi, Chiang Mai, Nakhon Sawan, Ratchaburi, Surat Thani
Estatísticas
População 115 945
Área 18 831 km²
Paróquias 54
Sacerdotes 226
Informação
Rito romano
Criação da diocese 1662
Elevação a arquidiocese 18 de dezembro de 1965
Catedral Catedral da Assunção da Sagrada Virgem Maria
Governo da arquidiocese
Arcebispo Francis Xavier Kriengsak Kovithavanij
Arcebispo emérito Michael Michai Kitbunchu
Jurisdição Arquidiocese Metropolitana
Contatos
Página oficial http://www.catholic.or.th/
dados em catholic-hierarchy.org

A Arquidiocese de Bangkok (Archidiœcesis Bangkokensis), em tailandês: อัครสังฆมณฑลกรุงเทพฯ, é uma arquidiocese da Igreja Católica situada na Tailândia.[1] Seu atual arcebispo é Francis Xavier Kriengsak Kovithavanij.[1] Sua é a Catedral da Assunção da Sagrada Virgem Maria.

Possui 55 paróquias servidas por 238 padres, contando com 0,9% da população jurisdicionada batizada.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Os primeiros missionários a chegar à região foram os jesuítas e dominicanos no século XVI. Mas foi com a chegada dos missionários da Sociedade para as Missões Estrangeiras de Paris que a missão foi capaz de tomar posse estável; eles se estabeleceram no final de 1662 em Ayutthaya, a capital do reino do mesmo nome. Com a breve Cum civitas Iuthia de 4 de junho de 1669, o Papa Clemente IX submeteu a missão de Sião para o Vicariato Apostólico de Nanquim (hoje Arquidiocese).

Em 18 de dezembro de 1965, o vicariato apostólico foi elevado à categoria de arquidiocese metropolitana[1] com a bula Qui in fastigio do Papa Paulo VI.

Prelados[editar | editar código-fonte]

Administração da arquidiocese:[1]

Referências

  1. a b c d e Cheney, David M. (2019). «Archdiocese of Bangkok». The Hierarchy of the Catholic Church. Consultado em 17 de julho de 2019. Cópia arquivada em 28 de março de 2019 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]