Sete maravilhas de Pernambuco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fernando de Noronha.
Igreja da Sé, no Sítio Histórico de Olinda.
Vale do Catimbau.

A votação para escolha das Sete Maravilhas de Pernambuco foi feita pela internet, através do portal JC Online, do Sistema Jornal do Commercio de Comunicação.[1]

O concurso foi inspirado na escolhas das novas sete maravilhas do mundo. A disputa aconteceu em três fases: na primeira, uma comissão avaliadora escolheu trinta locais de Pernambuco para concorrer. Em seguida, com voto popular, foram escolhidas quinze candidatas para a fase final, da qual saíram as sete vencedoras.[2] Todo o processo foi auditado pelo Serasa.[3]

Vencedoras[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Site oficial (9 de novembro de 2007). «As sete maravilhas de Pernambuco». Consultado em 5 de julho de 2009 
  2. Site oficial (11 de novembro de 2007). «Disputa pelas 7 maravilhas continua». Consultado em 5 de julho de 2009 
  3. Site oficial. «Página principal». Consultado em 5 de julho de 2009. Arquivado do original em 9 de fevereiro de 2008 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Geografia do Brasil é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.