Assembleia dos Peritos

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Irão
Emblem of Iran.svg

Este artigo é parte da série:
Política e governo do
Irão


Ver também:

Atlas

A Assembleia dos Peritos (em persa: Majlis-e Khobregan) é um órgão do sistema político do Irão, cujo principal poder é nomear o Líder Supremo do Irão (Faqih), supervisionar o seu comportamento e destitui-lo caso seja necessário.[1][2] É um dos órgãos mais reservados do Irão.

A Assembleia dos Peritos é composta por 88 membros eleitos por sufrágio universal para um mandato de oito anos.[2] Todos os membros são clérigos e as candidaturas devem ser previamente aprovadas pelo Conselho dos Guardiães.[2]

As próximas eleições para a Assembleia dos Peritos estão agendadas para Outubro de 2022.

A Assembleia reúne-se habitualmente cada seis meses. O órgão está oficialmente sediado na cidade santa de Qom, mas também reúne em Mashad e Teerão.

Até ao momento a Assembleia só teve que eleger por uma vez o Líder Supremo, optando por designar em Junho de 1988 Ali Khamenei, não tendo até hoje desafiado nenhuma posição deste.[2]

Na composição da Assembleia dominam os sectores conservadores do regime, entre os quais se encontra o seu presidente, Ali Meshkini.

Referências

  1. Axel Tschentscher. «Constitution of Iran». www.servat.unibe.ch. Artigos 107 e 111. ICL. Consultado em 6 de dezembro de 2019 
  2. a b c d Borden, Emma (9 de fevereiro de 2016). «Everything you need to know about Iran's Assembly of Experts election». Brookings (em inglês). Consultado em 6 de dezembro de 2019