Assisão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Assisão
Informação geral
Nome completo Francisco De Assis Nogueira
Nascimento 05 de maio de 1941 (79 anos)
Origem Serra Talhada, Pernambuco
País  Brasil
Gênero(s) Forró
Gravadora(s) AMC, Beverly, Emi-Odeon/ Jangada, Polydisc, BMG.

Francisco Assis Nogueira, mais conhecido por Assisão, é um cantor brasileiro, conhecido pela sua dedicação ao forró.

Biografia[editar | editar código-fonte]

Nascido na Fazenda São Miguel, zona rural de Serra Talhada, Assisão desde criança já mostrava talento para cantar e compor. Durante sua adolescência pensou em ser médico, chegou a ir para o Recife estudar no Colégio Salesiano, onde fez curso preparatório para prestar vestibular. Entretanto acabou desistindo antes da conclusão e voltou para sua terra natal, onde permanece até hoje.

O cantor faz parte de uma geração de forrozeiros, entre eles, Jorge de Altinho, Alcimar Monteiro, Flávio José, Novinho da Paraíba, que são os baluartes do verdadeiro forró, o original, aquele de Luiz Gonzaga, de Jackson do Pandeiro, do Trio Nordestino e de Dominguinhos.

Sua carreira iniciou em 1962, quando gravou um compacto com quatro músicas de sua autoria. Nesta época ele fazia parte do grupo Azes do Baião. Na década de 1970 tornou-se conhecido nacionalmente, quando assumiu seu apelido Assisão.[1]

Entre seus maiores sucessos estão Pau nas Coisas, Forró Ferruado, Peixe Piaba, Fogueirinha, Alambique de Barro e Pequenininha. Pequenininha foi regravada mais de 250 vezes por outros cantores brasileiros.[1] Teve músicas gravadas por Luiz Gonzaga, Trio Nordestino, Maciel Melo, Elba Ramalho, Três do Nordeste e outros nomes de destaque do regionalismo nordestino.[2] Com uma carreira consolidada ao longo de mais de 50 anos de atividade, é considerado um ícone da música regional[3] e é chamado popularmente de "rei do forró".[4][5]

Mesmo com a grande concorrência com bandas que deformam o ritmo, Assisão contínua sendo umas das grandes atrações nas maiores e melhores festas juninas do país, como em Caruaru e Campina Grande. Outra coisa que notabilizou o cantor foram as suas inúmeras apresentações em programas de TV, como o Clube do Bolinha, na TV Bandeirantes na década de 80, e em vários outras emissoras do país a longo dos anos 90 e início do século XX.

Segundo o professor Paulo César, escrevendo em 2012, "aos 70 anos de idade, o cantor possui um currículo extenso, pois além de ser um grande compositor e cantor, ele é também um inovador. Assisão foi um dos primeiros forrozeiros a introduzir, ainda nos início dos ano 80, os sons produzidos pela guitarra, baixo, teclado e bateria nas suas músicas, mesmo com essa nova roupagem ele não deixou de produzir o autêntico forró".[3]

Discografia[editar | editar código-fonte]

  • Os Azes Do Baião (1962) Pitombeira/ Rozenblit (Compacto Duplo)
  • Forró Diferente (1976) Beverly/ Copacabana (LP)
  • Faz e Diz (1977) Beverly/ Copacabana (LP)
  • Assisão Em Ondas Quentes (1978) Musicolor/ Continental (LP)
  • Carga de Brasa (1980) Jangada/ EMI Odeon (LP)
  • Casamento Aprissiguido (1983) Beverly/ Copacabana (LP)
  • Forró do Se Imbiga (1986) Polydisc (LP)
  • Forró Ferruado (1987) Polydisc (LP)
  • Bola de Cristal (1988) Polydisc (LP)
  • O Dançador (1989) Polydisc (LP)
  • Mistura Gostosa (1990) Polydisc
  • Doideira (1991) Polydisc (LP)
  • Festa Brasileira (1992) Polysom (LP)
  • Cigano Forrozeiro (1994) RCA BMG (LP e CD)
  • Conterrâneo (1997) GEMA (CD)
  • Fogueirinha/ Ao Vivo (2001) Independente (CD)
  • Meu Forró (2010) Independente (CD)
  • 50 Anos de Carreira (2011) Independente (CD)
  • Forró/ Patrimônio Brasileiro (2015) Independente (CD)

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre um cantor é um esboço relacionado ao Projeto Música. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.