Ataque à Bolsa de Valores do Paquistão

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ataque à Bolsa de Valores do Paquistão
Local Carachi, Sind, Paquistão
Data 29 de junho de 2020
10:02 – 10:10 (UTC+5)
Tipo de ataque Tiroteio em massa, Incidente terrorista
Alvo(s) Bolsa de Valores do Paquistão
Arma(s) Granadas, espingardas automáticas
Mortes 8 (incluindo os 4 perpetradores)
Feridos 7
Responsável(is) Exército de Libertação do Baluchistão (reivindicado)

O ataque à Bolsa de Valores do Paquistão ocorreu em 29 de junho de 2020, quando militantes do Exército de Libertação do Baluchistão (ELB) atacaram o prédio da Bolsa de Valores do Paquistão (PSX) em Carachi com granadas e dispararam indiscriminadamente. Pelo menos três seguranças e um sub-inspetor da polícia foram mortos, enquanto sete pessoas ficaram feridas durante o ataque. A polícia informou que matou todos os quatro atacantes em 8 minutos com um tiro na cabeça.[1][2][3][4]

Ataque[editar | editar código-fonte]

Em 29 de junho de 2020, às 10:02 da manhã, um carro com os agressores chegou à Bolsa de Valores do Paquistão na I. I. Chundrigar Road. Às 10:10, todos os quatro atacantes foram mortos pelas forças de segurança, de acordo com o diretor geral, Sindh Rangers.[5] Segundo Rangers, os atacantes pretendiam "não apenas matar, mas criar uma situação de refém".[6] Uma vez controlado, o pessoal de segurança realizou uma operação de liberação e a normalidade foi restaurada na localidade em 35 minutos.[5]

Militantes armados com espingardas automáticas jogaram uma granada e começaram a atirar em um posto de segurança do lado de fora da bolsa de valores. "Eles chegaram em um carro Corolla prateado", disse à Reuters o chefe de polícia de Carachi, Ghulam Nabi Memon.[7]

Os guardas revidaram, matando os quatro agressores, dizem as autoridades, mas policiais e agentes de segurança estão entre as vítimas. O diretor da bolsa de valores, Abid Ali Habib, disse que os homens armados saíram do estacionamento e "abriram fogo contra todos". Os relatórios dizem que a maioria das pessoas conseguiu escapar ou se esconder em salas trancadas. As pessoas dentro do prédio foram evacuadas da porta dos fundos, informou o Geo News.[3]

Um policial e três seguranças estavam entre as vítimas fatais.[5] Entre os feridos no ataque estavam três policiais, dois seguranças e um funcionário da bolsa de valores.[8] Os feridos foram transferidos para o Hospital Civil.[5] Quatro sacos foram recuperados do local, incluindo quatro SMGs, granadas de mão, armas, garrafas de água e tâmaras.[8]

Referências

  1. «Pakistan stock exchange in Karachi under attack, say police». The National (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020 
  2. «Gunmen attack Karachi stock exchange building in Pakistan». Al Jazira (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020 
  3. a b «'All terrorists killed,' police say after Pakistan Stock Exchange comes under gun and grenade attack». GEO (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020 
  4. Saifi, Sophia. «Multiple people dead after attack on Pakistan Stock Exchange». CNN (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020 
  5. a b c d «All 4 terrorists killed in attempt to storm Pakistan Stock Exchange compound in Karachi: Rangers». Dawn (em inglês). 29 de junho 2020. Consultado em 1 de julho de 2020 
  6. «Gunmen Wage Deadly Battle at Pakistan Stock Exchange». The New York Times (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020 
  7. «Gunmen attack Pakistani stock exchange, six killed: police». Reuters (em inglês). 29 de junho de 2020. Consultado em 1 de julho de 2020 
  8. a b «Karachi stock exchange attack: Sindh Rangers say four terrorists killed». Samaa TV (em inglês). Consultado em 1 de julho de 2020