BMD-3

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
BMD-3
BMD-3 1.jpg
Um BMD-3 russo em Omsk.
Tipo Veículo de combate de infantaria
Local de origem  União Soviética
 Rússia
História operacional
Em serviço 1990 – presente
Utilizadores  Rússia
 Angola
Histórico de produção
Fabricante Volgograd Tractor Plant
Período de
produção
1985–1997[1]
Quantidade
produzida
+143[1]
Variantes 2S25
BMD-3K
BTR-MD “Rakushka”
RKhM-5 (Object 958)
BMD-4
BMM-D
Especificações
Peso 12,9 toneladas
Comprimento 6,36 m
Largura 3,13 m
Altura 2,45 m
Tripulação 3 (+4 combatentes)
Velocidade 70 km/h (estrada)
10 km/h (água)

O BMD-3 (Boyevaya Mashina Desanta; em russo: "Боевая Машина Десанта", que significa "Veículo de Combate dos Paraquedistas") é um veículo de combate de infantaria anfíbio criado pela União Soviética. Ele é um dos mais leves de sua classe e foi desenvolvido para servir de auxílio para unidades paraquedistas. Ele é armado com um canhão 2A42 de 30 mm. O BMD-3 também possui uma variedade de armamentos secundários como os lançadores de foguete 9M113 Konkurs e os lança-granadas AGS-17, incrementando sua capacidade de enfrentar outros blindados.[2]

Desenvolvido na década de 1980,[1] este blindado foi construído pela Volgograd tractor factory[2] em Volgogrado, Rússia, no completo industrial Objeto 950. O BMD-3 entrou em serviço pelas Tropas Aerotransportadas Russas em 1990, o último ano antes da dissolução da União Soviética. Devido a depressão econômica russa dos anos seguintes, apenas 137 unidades destes haviam sido construídos até 1997. Além da Rússia, apenas Angola tem o BMD-3 em seu inventário.[3] Em 2013, cerca de 123 BMD-3s[4] e 60 BMD-4s[5] estavam operando no serviço ativo nas forças armadas russas. No começo do ano seguinte, pelo menos outros 10 veículos BMD-4M e mais 10 BTR-MD foram entregues. Planos foram feitos para que, até 2020, pelo menos 1 000 BMD-4M estejam na ativa na Rússia.[6]

O BMD-3 é muito mais avançado que seus predecessores, com novos sistemas de armamentos e defesa, além de aprimoramentos para performance anfíbia.[7] Ao contrário de outros veículos do seu tipo, o BMD-3 pode ser lançado por uma aeronave direto no campo de batalha, com toda a tripulação e passageiros a bordo, em uma altitude relativamente baixa.[2]

Apesar de ser da família BMD, ele não é necessariamente uma versão aprimorada do BMD-2, mas sim um veículo completamente redesenhado, com novos sistemas de hidráulica, com suspensão hidropneumática, um casco melhor e um motor mais potente.[7]

Referências

  1. a b c Pavlov, I.V.; Pavlov, M.V. (2012). Otechestvennyye bronirovannyye mashiny 1945–1965 gg. (em russo) 6 ed. Moscou: Techinform. pp. 2–6 
  2. a b c «BMD-3 Airborne Armoured Infantry Fighting Vehicle». Army Recognition. Consultado em 26 de julho de 2014 
  3. «Angolan army ground forces military equipment». Army Recognition. Consultado em 4 de julho de 2014 
  4. Eugene Yanko, Copyright 1997 - info@warfare.be. «BMD-3; Russian Military Analysis». Warfare.be. Consultado em 2 de setembro de 2013 
  5. Eugene Yanko, Copyright 1997 - info@warfare.be. «BMD-4 / BMD-3M "Bakhcha" Airborne Combat Vehicle; Russian Military Analysis». Warfare.be. Consultado em 2 de setembro de 2013 
  6. «Russia to Commission BMD-4M Airborne Vehicles in 2013». RIA Novosti. 27 de dezembro de 2012. Consultado em 4 de julho de 2014 
  7. a b "BMD-3 Airborne Infantry Fighting Vehicle". Página acessada em 26 de julho de 2014.

Ver também[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre BMD-3