Banda União Black

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Banda União Black
Informação geral
País  Brasil
Gênero(s) funk, soul
Integrantes Gerson King Combo

Banda União Black [1] Um dos nomes mais importantes no surgimento do movimento Black Rio, a Banda União Black foi formada em 1975 e foi uma dos grandes representantes da soul music no Brasil. Com um estilo que fundia o soul e o funk americanos com o suíngue brasileiro, os cariocas Ivan Tiririca (bateria), Dom Luiz (vocal), Bira (sopros), Lula Barreto e Cláudio Café (guitarra) fizeram história e realizaram o circuito dos principais Bailes Black no Rio de Janeiro e São Paulo por vários anos. Grupo de soul-music formado no Rio de Janeiro em meados da década de 1970. Conjunto originário do movimento Black Rio, seu único membro fixo era o vocalista Gérson King Combo, sendo os músicos convidados para shows e gravações. No ano de 1977 gravou o disco "Banda União Black", pela Polydor, no qual foram incluídas "Geração black", "A vida", "Só eu e você", "União black", "Black Rio", "Voulez vous", "Melô do bobo", "Abelha africana", "Sou só", "Quando alguém está dormindo", "A família black" e "Laço negro". A banda ficou quase duas décadas sem nenhuma atividade e no ano de 2004, com integrantes originais da primeira formação, participou do disco "Black music Brasil", do qual também fizeram parte Carlos Dafé, Lúcio Sherman, Don Mita, Mariano Brown, Luís Vagner, Valmir Mello, Don Richard e Paulinho de Souza. No CD, lançado pleo selo SomSicam, interpretou três faixas: "Eu pensei" (Bira e Mariano Brown); "Cris vacilou" (Ivan Tiririca, Lula C. Barreto e Cláudio Café) e "Zorra total" (Cláudio Café, Ivan Tiririca e Lula C. Barreto)

Discografia[editar | editar código-fonte]

Notas e Referências

  1. «Biografia no Cravo Albin». dicionariompb.com.br. Consultado em 9 de junho de 2013 
Crystal Clear app kguitar.png Este artigo sobre uma banda ou grupo musical é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.