Bandeira de Olinda

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bandeira de Olinda
Bandeira de Olinda
Proporção 7:10
Adoção Lei n° 2388 de 1963
Cores
  Branco
  Azul escuro
  Amarelo
  Vermelho
Tipo municipais


Primeira bandeira da cidade.

A Bandeira de Olinda é um dos símbolos oficiais do município brasileiro supracitado, localizado no estado de Pernambuco.

Foi criada pela Lei n° 2388 de 1963, quando era prefeito do município Eufrásio Barbosa.


Substituiu a antiga, que havia sido oficializada pela Lei n° 1255, de 1957.

Esta foi elaborada por Alexandre Alves Dias, baseando-se na descrição feita na lei referida.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

História da Heráldica[editar | editar código-fonte]

Mapa de Olinda e Recife (c. 1582-1585), por Luís Teixeira.

O forte em formato de Coroa, com três torres, significa que trata-se de uma Vila.

O leão nada mais é que uma simbologia de força e poder muito utilizado nas bandeiras europeias.

As cores amarela e azul são referência ao brasão de Duarte_Coelho.

A bandeira de Olinda é adornada com uma Esfera_armilar estilizada e simplificada. E que no seu topo tem uma Cruz cristã, porém deveria estar historicamente representada pela Cruz da Ordem de Cristo.

Vários municípios brasileiros adotaram esta cruz da Ordem dos Templários portugueses nas suas bandeiras como o município de São Paulo. Em referência as caravelas e naus portuguesas eram adornadas com a Cruz da Ordem de Cristo em suas velas.

O escudo segue o formato do Escudo Ibérico.

Referências

  1. Prefeitura de Olinda. «Símbolos». Consultado em 4 de janeiro de 2010. 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre vexilologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.