Barzan Ibrahim al-Tikriti

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Text document with red question mark.svg
Este artigo ou secção contém fontes no fim do texto, mas que não são citadas no corpo do artigo, o que compromete a confiabilidade das informações. (desde fevereiro de 2016)
Por favor, melhore este artigo inserindo fontes no corpo do texto quando necessário.
Barzan Ibrahim al-Tikriti
Barzan Ibrahim al-Tikriti
diretor do Mukhabarat
Dados pessoais
Nascimento 17 de fevereiro de 1951
Ticrite, Reino do Iraque
Morte 15 de janeiro de 2007 (55 anos)
Bagdá, Iraque
Nacionalidade Iraquiano
Partido Flag of Iraq (1991–2004).svg Baath

Barzan Ibrahim al-Tikriti (Ticrite, 17 de fevereiro de 1951Bagdá, 15 de janeiro de 2007) foi director do Mukhabarat, os serviços secretos iraquianos. Era irmão de Saddam Hussein.

Até 1995 geriu a fortuna pessoal de Saddam. Esta tarefa era levada a cabo por uma rede de correctores estrangeiros, dado que Saddam decidiu que não se podia confiar esta tarefa a ninguém no Iraque.

Os oficiais do exército estadunidense descreveram-no como membro da "Dúzia Suja de Saddam", sendo responsável por torturas e assassinatos no Iraque. Foi capturado pelas forças americanas no dia 17 de abril de 2003. Era o Cinco de Paus no baralho iraquiano dos mais procurados, pelo que no dia 5 de novembro de 2006 foi condenado à forca tal como o seu irmão Saddam Hussein e Awad Hamed al-Bandar.

Foi executado aos 55 anos de idade. A execução realizou-se no dia 15 de janeiro de 2007 e durante esta, foi decapitado pela corda que ia enforcá-lo, tendo-se separado a cabeça do corpo e caído a alguns metros deste.

Ligações Externas[editar | editar código-fonte]