Basilina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Basilina
Morte 332
Cidadania Roma Antiga
Progenitores Pai:Júlio Juliano
Cônjuge Júlio Constâncio
Filho(s) Juliano, o Apóstata
Religião cristianismo

Basilina (m. 332/333) foi a segunda esposa de Júlio Constâncio e mãe do imperador romano Juliano, que, em sua homenagem, fundou a cidade de Basilinópolis na Bitínia (moderna Pazarköy, perto de Gemlik, na Turquia).

Vida[editar | editar código-fonte]

Basilina era grega,[1][2] filha de Ceiônio Juliano Camênio ou, provavelmente, de Júlio Juliano, e foi educada por Mardônio, um eunuco que cresceu na casa de seu pai. Depois de casar-se com Júlio, deu-lhe um filho, Juliano, e morreu poucos meses depois de complicações no parto. Sua irmã era mãe de Procópio.[3] Cristã, Basilina favoreceu inicialmente os arianos, mas depois deixou suas terras de herança para a igreja de Éfeso. Sabe-se que ela era parente do bispo Eusébio de Nicomédia, o tutor de seu filho.

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. Norwich, John Julius (1989). Byzantium: the early centuries. [S.l.]: Knopf. p. 83. ISBN 0-394-53778-5 
  2. Bradbury, Jim (2004). The Routledge companion to medieval warfare. [S.l.]: Routledge. p. 54. ISBN 0-415-22126-9 
  3. Amiano Marcelino, Res Gestae, 26.6.