Ben F. Wilson

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ben F. Wilson
Ben F. Wilson no Exhibitors Herald, p. 88 de 20 de setembro de 1919
Nome completo Benjamin Franklin Wilson
Outros nomes Benjamin Wilson
B. Frank Wilson
Benjamin F. Wilson
Benjamin Franklin Wilson
Benjamin Wilson
Ben Wilson
Nascimento 7 de julho de 1876
Corning, Iowa, EUA
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Morte 25 de agosto de 1930 (54 anos)
Glendale, Califórnia, EUA
Ocupação Ator
Cineasta
Roteirista
Produtor cinematográfico
Atividade 1911-1930
IMDb: (inglês)
Wilson ao lado de Neva Gerber em The Spindle of Life (1917)

Ben F. Wilson (Corning, 7 de julho de 1876Glendale, 25 de agosto de 1930)[1] foi um ator, cineasta, produtor e roteirista estadunidense da era do Cinema Mudo.[2] Ele atuou em 212 filmes entre 1911 e 1930, e dirigiu 138 entre 1912 e 1930, além de participar da produção de 95, e do roteiro de 14 filmes. Esteve ligado, também, como produtor, a várias companhias cinematográficas, entre elas a Ben Wilson Productions, a Wild West Productions e a Berwilla Film Corporation.

Carreira[editar | editar código-fonte]

Wilson começou sua carreira de ator, como a maioria dos outros atores fizeram na época, como empregado de uma companhia cinematográfica, iniciando como empregado do Edison Studios.[2] Creditado como Benjamin Wilson, ele fez sua estréia de atuação no cinema no filme Silver Threads Among the Gold, de Edwin S. Porter, em 1911, para a Edison Co.

Entre 1911 e 1913, Wilson apareceu em 13 filmes dirigidos por J. Searle Dawley, incluindo The Priest and the Man, em 1913, a primeira adaptação cinematográfica da obra do popular romancista canadense e escritor Gilbert Parker. Wilson dirigiu um filme pela primeira vez em The Brass Bowl (1914).[3]

Ele dirigiu 88 filmes nos quais também atuou, no período compreendido entre 1915 e 1916. Wilson posteriormente deixou o Edison Studios, foi para a Nestor Company e, a exemplo de vários atores e diretores da época, começou sua própria produtora, a Ben Wilson Productions,[4] com um contrato de distribuição com a Universal Film Manufacturing Co., que ainda estava sediada na costa leste.

Em 1918, Wilson teve um novo contrato com a Universal, desta vez como produtor. Ele produziu e dirigiu o seriado The Brass Bullet, em 1918. Eventualmente, participou da Motion Picture Directors' Association of America, uma organização fraternal criada por J. Searle Dawley e outros em 1915, para promover os interesses dos diretores de cinema.[2]

Além de aparecer em 168 filmes como ator, Wilson dirigiu 123, produziu 69 e escreveu roteiros de 11 filmes. No final dos anos 1920, ele participou dos Poverty Row, produzindo, dirigindo e escrevendo filmes mudos através dos anos 1930 para a Morris R. Schlank Productions. Ele fez a transição para o som como um só filme: o último filme de Wilson foi um show de atuação no Western sobre Buck Jones, Shadow Ranch (no Brasil, A Estância Sinistra), para a Columbia Pictures, que foi lançado em 1930.[5]

Wilson morreu aos 54 anos em Glendale, Califórnia, de doença cardiovascular, e foi sepultado no Hollywood Forever Cemetery.

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

Ator[editar | editar código-fonte]

Produção[editar | editar código-fonte]

Direção[editar | editar código-fonte]

Roteiro[editar | editar código-fonte]

Ben Wilson Productions[editar | editar código-fonte]

Ben Wilson Productions
Tipo Privada
Indústria Produção cinematográfica
Fundação 1920
Fundador(es) Ben F. Wilson
Encerramento 1927
Sede 5821 Santa Monica, Blvd., Hollywood[6]
Proprietário(s) Ben F. Wilson
Produtos filmes
Cartaz publicitário do seriado The Screaming Shadow, de 1920, que Ben F. Wilson dirigiu e foi o protagonista, no papel de John Rand, ao lado de Neva Gerber.

Ben Wilson Productions foi uma companhia cinematográfica estadunidense[7] fundada por Ben F. Wilson nos anos 1920, situava-se no 5821 Santa Monica, Blvd., Hollywood,[6] e produziu 67 filmes entre 1920 e 1927. Fez parte dos estúdios que pertenciam ao Poverty Row, as pequenas produtoras independentes da época. Seus filmes eram distribuídos, geralmente, pela Arrow Film Corporation e pela Rayart Pictures Corporation.

O primeiro filme produzido pela companhia foi A Man from Nowhere[8] em 1920, e o último Hell Hounds of the Plains[9] em 1927. Entre outros, produziu também o seriado The Power God (1925).

Em um filme, Dead or Alive, de 1921, a companhia foi creditada como Unity Photoplays.

Filmografia parcial[editar | editar código-fonte]

  • Hell Hounds of the Plains (1927)
  • The Range Riders (1927)
  • The Mystery Brand (1927)
  • A Captain's Courage (1926)
  • Roaring Bill Atwood (1926)
  • The Power God (1925)
  • Leave It to Gerry (1924)
  • Condemned (1923)
  • The Law Rustlers (1923)
  • Pedro Pacífico (1922)
  • Sparks of Flint (1921)
  • Dead or Alive (1921) (como Unity Photoplays)
  • The Sheriff of Hope Eternal (1921)
  • A Man from Nowhere (1920)

Berwilla Film Corporation[editar | editar código-fonte]

Berwilla Film Corporation
Tipo Privada
Indústria Produção cinematográfica
Fundação 1920
Encerramento 1924
Sede Hollywood, Califórnia, EUA
Presidente Ben F. Wilson
Vice-presidente William La Plante
Pessoas-chave Ben F. Wilson
William La Plante
John B. Roberts (tesoureiro)
Ashton Dearholt
Produtos filmes

Berwilla Film Corporation era um estúdio cinematográfico estadunidense que se situava no 5821 Santa Monica Blvd., Hollywood,[10] local onde passou a operar a partir de 1923. Era presidido por Ben F. Wilson, que ali fazia os filmes da Ben Wilson Productios e da Berwilla Productions. Sua distribuidora era a Arrow Film Corporation. Além de Wilson, era operado também por Ashton Dearholt.[11]

A Berwilla produziu, sob seu crédito, dez filmes entre 1920 e 1924.[12] Em um seriado, The Mysterious Pearl, de 1921, a companhia foi creditada como Photoplay Serial Company.

O local ocupado pela Berwilla foi fundado por volta de 1919, e inicialmente ocupado pela Pacific Film Laboratory, depois pela Ben Wilson Productions, National Bulls Eye, Berwilla Studios (a partir de 1923), e Larry Darmour.[6]

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • The Desert Hawk (1924, creditado pela Ben Wilson Productions e pela Berwilla Films)
  • Sheriff of Sun Dog (1922)
  • Impulse (1922)
  • One Eighth Apache (1922)
  • The Price of Youth (1922)
  • The Mysterious Pearl (1921)
  • A Yankee Go-Getter (1921)
  • Dangerous Paths (1921)
  • The Star Reporter (1921)
  • Thunderbolt Jack (1920)

Wild West Productions[editar | editar código-fonte]

Wild West Productions
Tipo Privada
Indústria Produção cinematográfica
Fundação 1923
Encerramento 1927
Proprietário(s) Ben F. Wilson
Pessoas-chave Ben F. Wilson
Produtos filmes

Wild West Productions foi uma das companhias cinematográficas estadunidenses[13] pertencentes ao produtor, cineasta, roteirista e ator Ben F. Wilson.[14] Foi responsável pela produção de 9 filmes entre 1923 e 1924, e pela distribuição de dois filmes, da Bud Barsky Corporation, em 1927.

Sua primeira produção foi o Western Ridin' Thru, de 1923, [15] e a partir de então, a companhia produziu uma série de Westerns com Neva Gerber e Dick Hatton que, além de atuar, também era o diretor. Entre as produções da Wild West, há um único seriado, Days of '49, com Neva Gerber, em 1924. Seus filmes eram distribuídos pela Arrow Film Corporation.

Filmografia[editar | editar código-fonte]

  • Ridin' Thru (1923)
  • In the West (1923)
  • The Seventh Sheriff (1923)
  • Trouble Trail (1924)
  • Sagebrush Gospel (1924)
  • Days of '49 (seriado, 1924)
  • Western Fate (1924)
  • The Whirlwind Ranger (1924)

Ver também[editar | editar código-fonte]

Notas e referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Ben F. Wilson