Bisonte-da-estepe

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma caixa taxonómicaBisonte-da-estepe
Esqueleto de Bison priscus

Esqueleto de Bison priscus
Classificação científica
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Classe: Mammalia
Ordem: Artiodactyla
Família: Bovidae
Subfamília: Bovinae
Género: Bison
Espécie: B. priscus
Nome binomial
Bison priscus
Bojanus, 1827

O bisonte-da-estepe[1] (Bison priscus) era encontrado em estepes na Europa,[2] Ásia Central,[3] Beringia e América do Norte[4] durante o Quaternário. Supõe-se que evoluíram em algum lugar no sul da Ásia, quase ao mesmo tempo e na mesma região que o auroque surgiu, assim seus descendentes são frequentemente confundidos.

O Bisonte-da-estepe tinha mais de dois metros de altura e se parecia com as espécies Bisonte modernas, atingindo 900kg de peso.[5] As pontas dos chifres tinham um metro de distância uma da outra, os chifres tinham mais de meio metro de comprimento.

Ocasionalmente aparecem na arte rupestre, nomeadamente na Caverna de Altamira e Lascaux, e foram encontrados em forma de gelo naturalmente preservado.[6] [7] [8]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

Ícone de esboço Este artigo sobre artiodáctilos, integrado no Projeto Mamíferos é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.