Bombardeio de Jaén

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Bombardeio de Jaén
Guerra Civil Espanhola
Junkers Ju52 3M.jpg
Bombardeiro Junkers Ju52
Data 1 de Abril de 1937
Local Jaén, Espanha
Desfecho Grandes danos materiais
Forças
Artilharia anti-aerea 6 bombardeiros da Legião Condor
Baixas
159 pessoas mortas nenhum

O Bombardeio de Jaén foi um ataque aéreo sobre a cidade de Jaén em 1 de Abril de 1937, durante a Guerra Civil Espanhola, pela Legião Condor da Alemanha nazista, que auxiliava os nacionalistas.

O bombardeio foi ordenada pelo general Queipo de Llano, como retaliação por um ataque aéreo republicano na cidade de Córdoba.

O bombardeio[editar | editar código-fonte]

Os efeitos do bombardeiro são ainda visíveis (Porta da Basilica de Santo Ildefonso).

Em 1 de Abril de 1937, seis bombardeiros alemães JU-52 da Legião Condor bombardearam a cidade de Jaén,[1] que não tinham alvos militares ou defesas antiaéreas. As estimativas atuais indicam que houve 159 mortes entre a população civil[2] e várias centenas de feridos, comparável com o bombardeio de Guernica, que ocorreu poucos dias depois.

Consequencias[editar | editar código-fonte]

Como represália, as autoridades republicanas locais executaram 128 prisioneiros nacionalistas.[3]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Julía, Santos; Casanova, Julían; Solé i Sabaté, Josep Maria; Villarroya, Joan; and Moreno, Francisco. Víctimas de la guerra civil. Editorial Temas de Hoy. 2006. Madrid. p.171
  2. http://www.laguerracivilenjaen.com/listado7.pdf
  3. Julía, Santos; Casanova, Julían; Solé i Sabaté, Josep Maria; Villarroya, Joan; and Moreno, Francisco.Víctimas de la guerra civil. Editorial Temas de Hoy. 2006. Madrid. p.171
Ícone de esboço Este artigo sobre batalhas (genérico) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.