Bordado de Castelo Branco

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Bordado de Castelo Branco.

O bordado de Castelo Branco é um dos produtos mais típicos da região de Castelo Branco. Surgem essencialmente em colchas de linho bordadas com fio de seda natural, com desenhos de inspiração oriental. Tornaram-se conhecidos a partir de meados do século XVI.

Têm semelhanças com as colchas de Toledo e Guadalupe, na Espanha. Representaram, durante séculos, a dignidade do enxoval de qualquer noiva da região, quer fosse plebeia ou nobre.

Alguns dos elementos destes bordados são o lar e a Árvore da Vida (Bíblia), os desposados (representados por pássaros juntos), os cravos e rosas representando o homem e a mulher, respectivamente, os lírios, a Virtude, corações para o Amor, gavinhas para a Amizade, entre outros.

A característica dos temas do bordado de Castelo Branco espalham-se pelo urbanismo da cidade, quer nas calçadas, como nos edifícios, tornando-se assim num dos símbolos da cidade.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]