Broca-do-café

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.

Broca-do-café
Hypothenemus.jpg
Adults on damaged bean
Classificação científica edit
Reino: Animalia
Filo: Arthropoda
Classe: Insecta
Ordem: Coleoptera
Família: Curculionidae
Gênero: Hypothenemus
Espécies:
H. hampei
Nome binomial
Hypothenemus hampei
(Ferrari, 1867)
Sinónimos

Cryphalus hampei Ferrari, 1867[1]
Stephanoderes hampei Ferrari, 1871
Stephanoderes coffeae Hagedorn, 1910
Xyleborus coffeivorus Van der Weele, 1910
Xyleborus cofeicola Campos Novaes, 1922
Hypothenemus coffeae (Hagedorn)

Broca-do-café é o nome popular do besouro cuja larva se alimenta das sementes do cafeeiro. O nome científico é Hypothenemus hampei, inseto coleóptero da família dos escolitídeos, que perfura os frutos do cafeeiro, onde deposita seus ovos; ao eclodirem, as larvas se alimentam das sementes, destruindo-as completamente ou danificando-as.[2] É originário da África e espalhou-se por quase todas as regiões produtoras de café (inclusive o Brasil).

O combate da broca se dá pela pulverização de inseticidas (controle químico) e coleta dos frutos de café remanescentes nas plantas após a colheita (controle cultural).

Ada Rogato foi pioneira em voos de fumigação no combate à broca-do-café.

Referências[editar | editar código-fonte]

  1. Ferrari, J. A. Graf (1867). Die Forst- und Baumzuchtschädlichen Borkenkäfer. Wien: Druck und Verlag von Carl Gerold's Sohn. pp. 12–13. doi:10.3931/e-rara-22833 
  2. «Hypothenemus hampei». Fauna Europaea (em inglês). Consultado em 16 de dezembro de 2021 
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.