Código de máquina

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Question book-4.svg
Esta página ou secção cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo, comprometendo a sua verificabilidade(desde abril de 2017). Por favor, adicione mais referências inserindo-as no texto. Material sem fontes poderá ser removido.
Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Bootloader em código de máquina que exibe o texto "Hello World!" na cor verde.

Um programa em código de máquina consiste de uma sequência de bytes que se tratam de instruções a serem executadas pelo processador. As instruções do processador, chamadas de opcodes, são representadas por valores em hexadecimal. [1]

Programação em código de máquina[editar | editar código-fonte]

Para se programar em código de máquina, deve-se obter os códigos de instruções do processador utilizado contendo opcodes, operandos e formatos de cada instrução.

Por esse motivo foi criada uma linguagem de programação chamada Assembly, composta de códigos mnemônicos que se trata das mesmas instruções do processador. Porém escritos em acrônimos da língua inglesa, como mov ou rep, ao invés de opcodes.

Visualização de programas em linguagem de máquina[editar | editar código-fonte]

Um programa em código de máquina é um arquivo binário. Como tal, não pode ser visualizado em um editor de texto.

Pode-se editar o código de máquina usando editores hexadecimais, que irão exibir o código de máquina como uma sequência de bytes em hexadecimal.

Exemplo de programa "Olá Mundo" para MS-DOS[editar | editar código-fonte]

B4 03 CD 10 B0 01 B3 0A B9 0B 00 BD 13 01 B4 13
CD 10 C3 4F 69 20 6D 75 6E 64 6F 21 0D 0A

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências