CD4

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Representação esquemática do co-receptor CD4

CD4 (Grupamento de diferenciação 4 ou cluster of differentation, em inglês) é uma molécula que se expressa na superfície de algumas células T, macrófagos, monócitos e na célula dendrítica. É uma glicoproteína monomérica de 59kDa que contém quatro domínios (D1, D2, D3, D4) de tipo imunoglobulinas.

Papel no HIV[editar | editar código-fonte]

O VIH penetra nos macrófagos e nos linfócitos T CD4+ através da adsorção de glicoproteínas na sua superfície para recetores na célula-alvo, seguida pela fusão do envelope viral com a membrana celular e pela libertação do capsídeo do VIH na célula.[1] [2]

A penetração na célula tem início com a interação do complexo envelope trímero (gp160) com o CD4 e um recetor de quimiocina na superfície da célula (geralmente o CCR5 ou CXCR4, embora sejam conhecidos outros).[1] [2] A gp120 liga-se à integrina α4β7, ativando o LFA-1, a principal integrina envolvida no estabelecimento de sinapses virológicas, que facilita a disseminação eficiente do VIH-1 entre células.[3] A gp160 contém domínios de ligação tanto para o CD4 como para os recetores de quimioquina.[1] [2]

O primeiro estágio na fusão envolve a união dos domínios de ligação CD4 da gp120 ao CD4. Uma vez ligada a gp120 com a proteína CD4, o complexo envelope atravessa uma alteração na estrutura, expondo os domínios de ligação de quimioquina da gp120 e permitindo-lhes interagir com o recetor-alvo de quimioquina.[1] [2] Isto permite uma ligação mais estável, o que permite ao peptídeo de fusão N-terminal gp41 penetrar na membrana celular.[1] [2] Em seguida, as sequências de repetição na gp41, HR1 e HR2 interagem entre si, provocando o colapso da porção extracelular da gp41 num hairpin. Esta estrutura circular aproxima o vírus da membrana celular, permitindo a fusão das suas membranas e consequente entrada do capsídeo viral.[1] [2]

Depois do VIH se ligar à célula-alvo, injeta nela o seu ARN e as suas diversas enzimas, incluindo a transcriptase reversa, integrase, ribonuclease e protease.[1] O VIH pode infetar células dendríticas (CD) através do processo CD4-CCR5, embora possa também usar recetores de lectina tipo C.[4] As células dendríticas são uma das primeiras células que o vírus encontra durante a trensmissão por via sexual. Atualmente, pensa-se que as CD desempenhem um papel importante na transmissão do VIH para os linfócitos, durante o momento em que o vírus é capturado na mucosa.[4] Acredita-se que a presença da proteína FEZ-1, que ocorre naturalmente em neurónios, impeça que o VIH infecte as células.[5]

Leitura de apoio[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d e f g Chan D, Kim P (1998). «HIV entry and its inhibition». Cell [S.l.: s.n.] 93 (5): 681–4. doi:10.1016/S0092-8674(00)81430-0. PMID 9630213. 
  2. a b c d e f Wyatt R, Sodroski J (1998). «The HIV-1 envelope glycoproteins: fusogens, antigens, and immunogens». Science [S.l.: s.n.] 280 (5371): 1884–8. Bibcode:1998Sci...280.1884W. doi:10.1126/science.280.5371.1884. PMID 9632381. 
  3. Arthos J, Cicala C, Martinelli E, Macleod K, Van Ryk D, Wei D, Xiao Z, Veenstra TD, Conrad TP, Lempicki RA, McLaughlin S, Pascuccio M, Gopaul R, McNally J, Cruz CC, Censoplano N, Chung E, Reitano KN, Kottilil S, Goode DJ, Fauci AS (2008). «HIV-1 envelope protein binds to and signals through integrin alpha(4)beta(7), the gut mucosal homing receptor for peripheral T cells». Nature Immunology [S.l.: s.n.] In Press (3): 301–9. doi:10.1038/ni1566. PMID 18264102. 
  4. a b Pope M, Haase A (2003). «Transmission, acute HIV-1 infection and the quest for strategies to prevent infection». Nat Med [S.l.: s.n.] 9 (7): 847–52. doi:10.1038/nm0703-847. PMID 12835704. 
  5. Haedicke, Juliane; Craig. (2009-08-18). "The brain-specific factor FEZ1 is a determinant of neuronal susceptibility to HIV-1 infection" (em en). Proceedings of the National Academy of Sciences 106 (33): 14040-14045. DOI:10.1073/pnas.0900502106. ISSN 0027-8424. PMID 19667186.
Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.