Calistenia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou se(c)ção:

Calistenia (do grego kallos, que significa beleza e sthenos, que significa força) é um conjunto de exercícios físicos onde procura-se movimentar grupos musculares, concentrando-se na potência e no esforço.

História[editar | editar código-fonte]

A calistenia começou a desenvolver-se na França no século XIX.[1] Em 1822, Phokion Heinrich Clias começa a difundir tanto na França como na Inglaterra a calistenia. Uma de suas discípulas, Marian Mason, publicou em 1827 On the utility of exercise; or a few observations on the advantages to be derived from its salutary effects, by means of calisthenic exercises A few observation on callisthenic excercises (Sobre a utilidade do exercício; ou algumas observações sobre as vantagens que se derivam dos efeitos saudáveis dos exercícios de calistenia). Clias publicou en Paris em 1828 Callisthenie ou gymnastique des jeunes filles (Calistenia ou ginastica das mulheres jovens). Um ano mais tarde, o livro foi editado em Berna em alemão.[2]

A popularidade da calistenia como componente da educação de mulheres se incrementou com a obra dos alemães Friedrich Jahn e Adolf Spiess. Nos Estados Unidos a difusora da disciplina foi Catharine Beecher, que publicou em 1857 Physiology and Calisthenics for Schools and Families (Fisiologia e calistenia para as escolas e para as famílias).[3]

Metodologia e metas[editar | editar código-fonte]

Exercícios de Calistenia a bordo de USS Bonhomme Richard.

A calistenia é também chamada aquecimento; e é usado em diferentes partes do corpo de acordo com o exercício, por exemplo: em atletismo se aquecerá principalmente as pernas com exercícios adequados.

A calistenia se define como um conjunto de exercícios que concentram seu interesse nos movimentos de grupos musculares, mais que na potência e no esforço, com o objetivo último de desenvolver a agilidade, a força física e a flexibilidade. Se tenta alcançar a maior contração muscular e que o corpo adquira um alinhamento correto, já que assim, permite modelar o corpo, melhorar a postura e definir um bom contorno corporal.

Nas aulas é feito um breve aquecimento e, em seguida, uma série de exercícios são iniciados com um alto número de repetições cada um, enfatizando os braços, o abdome, os glúteos e pernas. Ressalta-se, não no trabalho, mas na maneira de fazer, pensando em cada movimento, nos músculos que se está trabalhando e se a postura é a correta.

Este método para exercitar-se repercute favoravelmente na postura e forma corporal, reduzindo grandemente o risco de lesões em razão da ausência de saltos, rebotes e impactos. A saber, a realização dos alongamentos, trabalhos localizados e o desaquecimento tem um papel muito importante durante as aulas de calistenia. Assim, a calistenia conjuga técnicas de diversos pontos, entre eles: a dança, a yoga, as artes marciais, a ginástica consciente e o alongamento.

O método e as técnicas utilizadas durante uma aula de calistenia torna esta atividade acessível para qualquer pessoa, já que não existe limites de idade, e inclusive os fisioterapeutas recomendam a calistenia em patologias como a escoliose, a hérnia de disco ou problemas de joelho. O fato de não provocar impactos nas articulações e de permitir modelar o corpo, tonifica-lo e alinha-lo ao mesmo tempo, tem sido uma das razões pelas quais muitas pessoas escolhem estas aulas. Colocar o corpo em movimento, melhorar a postura, tonificar grupos musculares e cuidar as articulações podem ser os motivos que levam a prática da calistenia. Ao preparar a execução do balanço de golfe de forma correta, se vê claramente que se conjuga plenamente a calistenia.

Calistenia cooperativa[editar | editar código-fonte]

Calistenia cooperativa refere-se a exercícios calistênicos que envolvem dois ou mais participantes ajudando-se mutuamente a realizar o exercício. Esses exercícios também são conhecidos como exercícios de parceiro ou exercícios de peso corporal com um parceiro. Geralmente uma pessoa realiza o exercício e a outra adiciona resistência. Por exemplo, uma pessoa realizando agachamentos com alguém nas costas. Alguns exercícios também envolvem o uso de equipamentos. Duas pessoas podem segurar as diferentes extremidades de uma corda e puxar em direções diferentes. Uma pessoa forneceria deliberadamente uma quantidade menor de resistência, o que adiciona resistência ao exercício e, ao mesmo tempo, permite que a outra pessoa se mova através de uma gama completa de movimentos à medida que seu nível superior de aplicação de força puxa a corda. Uma desvantagem que esses exercícios têm é que pode ser difícil medir quanta resistência está sendo adicionada pelo parceiro quando considerada em comparação com pesos ou máquinas livres. As vantagens que eles têm é que permitem que níveis de resistência relativamente altos sejam adicionados, sendo o equipamento opcional. Nesta base, a calistenia cooperativa pode ser realizada tão facilmente em um campo de jogo quanto em uma academia.[4] Eles também são versáteis o suficiente para permitir que sejam usados ​​para objetivos de treinamento que não sejam simplesmente força. Por exemplo, um agachamento com um parceiro pode ser transformado em um exercício focado em energia pulando ou pulando com o parceiro, ou mesmo levantando-o sobre um joelho.

Veja também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Bregolato, Roseli Aparecida. Cultura corporal da ginástica: livro do professor e do aluno. São Paulo, Ícone, 2006, segunda edição
  2. Pädagogische Real-Encyclopädie oder Encyclopädisches Wörterbuch des Erziehungs- und Unterrichtswesens und seiner Geschichte: für Lehrer an Volksschulen und andern Lehranstalten, für Eltern und Erzieher, für Geistliche, Schulvorsteher und andere Freunde der Pädagogik und des Schulwesens / bearbeitet von einem Vereine von Predigern und Lehrern und redigirt von Karl Gottlob Hergang - Grimma : Verlags- Comtoirs, 1847 - 2. Haas - Ulrich Zwingli. - 993 S (Enciclopédia Pedagógica ou Dicionário Enciclopédico da educação e do sistema educativo e de sua história: para professores nas escolas populares e outras instituções educativas, para pais e educadores, para clérigos, diretores e outros amigos da pedagogia e da educação / elaborado por uma associação de pregadores e professores e editado por Karl Gottlob Hergang - Grimma: Editorial Comtoirs, 1847 - 2. Haas - Ulrich Zwingli., 993 p.), p. 89. En: http://bbf.dipf.de/kataloge/bibliothekskatalog/catalog.pl?db=catalog&t_allegro=x&f_PPN=BBF0444413/
  3. http://www.britannica.com/EBchecked/topic/89754/calisthenics/
  4. Kraemer, W.J. & Fleck S.J., 'Partner exercises' in Strength Training for Young Athletes, Leeds: Human Kinetics, pp.83-86
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Exercicio físico