Campo Base do Everest

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Existem dois campos base, cada um em lados opostos do monte Everest, o Acampamento Base Sul está no Nepal, a uma altitude de 5 364 metros (28° 0′ N 86° 51′ E), e o Acampamento Base Norte é no Tibete em 5150 metros [1][2][3] (28° 8′ N 86° 51′ E).

Estes campos são acampamentos rudimentares que são usados por alpinistas durante suas tentativas de escalar a montanha. O Acampamento Base Sul é usado para subir através da crista sudeste, enquanto o Acampamento Base Norte é usado para subir através do cume nordeste, sendo esta rota utilizada na primeira ascensão por Edmund Hillary e Tenzing Norgay.[4]

Os suprimentos são transportados para o Campo Base do Sul por Xerpas ou porteiros de outras etnias, e com a ajuda de animais, geralmente iaques por se adaptarem melhor ao clima frio. O Campo Base Norte tem acesso de veículos (pelo menos nos meses de verão). Os alpinistas geralmente descansam no acampamento base durante vários dias para aclimatação, para reduzir os riscos e gravidade do Mal da Montanha.[4]

Acampamento Sul no Nepal[editar | editar código-fonte]

O Everest Base Camp Trek no lado sul é uma das rotas mais populares de trekking e de montanhismo no Himalaia e é visitado por milhares de montanhistas cada ano. Estes geralmente voam a partir de Kathmandu para Lukla para poupar tempo e energia, antes de começar a caminhada para este acampamento base. De Lukla, estes ascendentes para a capital Xerpa de Namche Bazaar, a 3 440 metros, seguindo o vale do rio Duth Kosi. A vila é um centro comercial da área, e alimentos, artigos diversos e até mesmo equipamentos de escalada de montanha podem ser comprados no local. Leva cerca de dois dias para chegar em Namche Bazaar e normalmente, neste ponto, os escaladores descansam um dia para aclimatação. São necessarios mais dois dias de caminhada para Dingboche, a 4 260 metros antes de descansar outro dia para aclimatação, e mais dois dias para leva-los ao Campo Base do Everest Base via Gorak Shep, outro vilarejo abaixo dos montes Kala Patthar, com 5 545 metros e o Pumori com 7 161 metros.[4]

Acampamento Norte no Tibete[editar | editar código-fonte]

A partir de 2010, para visitar o Acampamento Base Norte é necessária uma autorização especial do governo chinês, além da autorização usual exigida para visitar o Tibete. Atualmente as autorizações devem ser organizados através de agências de viagens em Lhasa, como parte de um pacote turístico que inclui a contratação de um veículo, motorista e guia. O Campo Base Norte é acessado por veículo por uma estrada de 100 km que se ramifica para o sul a partir da Rodovia Amizade (China-Nepal) perto Shelkar. O "Acampamento Base" para os turistas está localizado a meio caminho entre o Mosteiro de Rongbuk e o real acampamento base dos alpinistas ao pé da Glaciar Rongbuk.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. Foster, Simon; Jen Lin-Liu, Sherisse Pham, Sharon Owyang, Beth Reiber, Lee Wing-Sze, Christoper D. Winnan (2010). Frommer's China. [S.l.]: John Wiley & Sons, 2010. p. 5. 896 páginas. ISBN 9780470526583. Consultado em 3 abril 2012 
  2. Reynolds, Kev (2006). Everest - A trekker's guide. [S.l.]: Cicerone Press Limited. p. 231. 256 páginas. ISBN 978-1-84965-076-2. Consultado em 3 abril 2012 
  3. Buckley, Michael (2008). Shangri-La: A Travel Guide to the Himalayan Dream. [S.l.]: Bradt Travel Guides. p. 165. 191 páginas. ISBN 9781841622040. Consultado em 3 abril 2012 
  4. a b c Bradley Mathew; Joe Bindloss (2009). Trekking in the Nepal Himalaya. [S.l.]: Lonely Planet. ISBN 978-1741041880 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]