Canal de Kennedy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Canal Kennedy, entre Canadá e Gronelândia.
  Ilha Ellesmere, Nunavut
  Gronelândia

O Canal de Kennedy (em inglês: Kennedy Channel, em dinamarquês: Kennedykanalen) é um estreito entre a Gronelândia e a ilha mais setentrional do Canadá, a ilha Ellesmere.

Recebeu o nome dado por Elisha Kane cerca de 1854 durante a sua segunda viagem ao Ártico em busca da expedição perdida de John Franklin. Não se sabe, porém, por que motivo tem o nome, mas Kane poderá ter-se lembrado de William Kennedy, embora a teoria mais aceite é a de que a homenagem foi feita a John Pendleton Kennedy, que foi Secretário da Marinha dos Estados Unidos em 1852 e 1853.

Geografia[editar | editar código-fonte]

Faz parte do estreito de Nares, ligando a bacia Kane à bacia Hall. A sul está limitado pelo cabo Lawrence e cabo Jackson; a junção com a bacia Hall é marcada pelos cabos Baird e Morton.[1] Tem cerca de 130 km de comprimento, e entre 24 e 32 km de largura, com profundidades entre 180 e 340 metros.

Contém a ilha Hans, reclamada pelo Canadá e pela Dinamarca.

Referências

  1. Prostar Sailing Directions 2005 Greenland and Iceland Enroute, p. 93

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Dewing, Keith, J Harrison, Brian Pratt, and Ulrich Mayr. 2004. "A Probable Late Neoproterozoic Age for the Kennedy Channel and Ella Bay Formations, Northeastern Ellesmere Island and Its Implications for Passive Margin History of the Canadian Arctic". Canadian Journal of Earth Sciences. 41: 1013-1025.
  • Kerr, J. William. Kennedy Channel and Lady Franklin Bay, District of Franklin. 1973.
  • Long, Darrel Graham Francis. Kennedy Channel Formation Key to the Early History of the Franklinian Continental Margin, Central Eastern Ellesmere Island, Arctic Canada : Supplementary Unpublished Data. Canadian journal of earth sciences, v. 26, p. 1147-1159, suppl. mat. 1989.