Carrinho de rolimã

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Carrinho de rolimã

Carrinho de rolimã ou carrinho de rolamentos é o nome dado a um carrinho, geralmente construído de madeira e rolamentos de aço, para a disputa de corridas ladeira abaixo. Ele geralmente é utilizado em descidas asfaltadas e lisas.[1]

A construção de um carrinho geralmente é artesanal, feita com ferramentas simples, como martelo e serrote. O carrinho pode conter três ou quatro rolamentos (quase sempre usados, dispensados por mecânicas de automóveis) e é construído de um corpo de madeira com um eixo móvel na frente, utilizado para controlar o carrinho enquanto este desce pela rua. . O freio deve ser um pouco maior que a distância do carrinho até o chão e precisa ficar em posição diagonal; para diminuir a velocidade deve puxar-se o pedaço de madeira ou uma barra de ferro para uma posição em que encoste no chão.[2]

Não se sabe ao certo a origem. Ao que tudo indica os primeiros exemplares foram construídos em cidades como São Paulo, Rio de Janeiro e Belo Horizonte no final da década de 1960 e começo da década de 1970, primeiras cidades a terem ruas asfaltadas e topografia íngreme. Os rolamentos, também conhecidos como rolimãs (corruptela do francês roulement)[3] , eram obtidos em oficinas que faziam manutenção dos carros da época e a madeira, de sobra de caixas ou tábuas utilizadas em obras. Os melhores rolamentos vinham da transmissão.Que era muito melhor.

A cidade de Canoinhas no estado de Santa Catarina é a Capital Mundial do Carrinho de Rolimã, o título surgiu como forma de promover o Campeonato de Carrinho de Rolimã que ocorre no mês de julho na cidade.

O evento surgiu como uma ideia da fanpage "Ui,Canoinhas!" para recriar essa brincadeira antiga. A ideia se espalhou nas cidades vizinhas, e a cada edição o evento ganha mais público.

Referências

  1. Prefeitura SP
  2. Marcus Pereira, Lembranças de amanhã, MG Editores Associados, 1980
  3. Moacyr Scliar, Porto de histórias: mistérios e crepúsculo de Porto Alegre, LP&M, ISBN 85-01-06002-X