Casa Fernando Pessoa

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Fachada da Casa Fernando Pessoa
Fachada da Casa Fernando Pessoa
Casa Fernando Pessoa
Inauguração 30 de novembro de 1993 (27 anos)
Diretor Clara Riso
Website www.casafernandopessoa.pt
Geografia
País Portugal Portugal
Cidade Lisboa
Localidade Rua Coelho da Rocha n.º 16-18, Campo de Ourique

A Casa Fernando Pessoa é a casa que foi habitada pelo escritor nos últimos 15 anos de vida, entre 1920 e 1935. Para além de uma exposição sobre a vida e obra do poeta ,tem também uma biblioteca de acesso livre especializada em Pessoa e em poesia internacional. Fica em Lisboa, no Bairro de Campo de Ourique.

Casa Fernando Pessoa[editar | editar código-fonte]

Missão[editar | editar código-fonte]

A missão da Casa Fernando Pessoa é fazer uso do legado do escritor para dar a conhecer o seu singular universo criativo e servir como lugar de encontro e reflexão sobre a criação literária e as suas múltiplas leituras.

Apresentação[editar | editar código-fonte]

A Casa Fernando Pessoa conserva, preserva e divulga o legado de Fernando Pessoa, cujo espólio documental foi classificado Tesouro Nacional.

Lugar de duas bibliotecas – uma biblioteca pública, especializada em Fernando Pessoa e poesia mundial e a Biblioteca Particular de Fernando Pessoa – a Casa acolhe e mostra também objectos, mobiliário e documentos do escritor, bem como uma colecção de obras de arte, composta por trabalhos de artistas de diferentes gerações e correntes.[1]

Os livros que pertenceram a Fernando Pessoa são o maior acervo que guarda e divulga. Permitem conhecer o universo criativo do escritor, revelando o seu lado leitor. Acompanhando a pesquisa e o novo conhecimento sobre a obra de Fernando Pessoa, a Casa Fernando Pessoa colabora regularmente com investigadores.

Dentro ou fora de portas, a partir de Lisboa, cidade onde nasceu o escritor, actua no sentido de despertar curiosidade e convidar à descoberta de Fernando Pessoa, da poesia, da literatura – e dos seus efeitos criativos.

A Casa[editar | editar código-fonte]

Fernando Pessoa passou a residir na Rua Coelho da Rocha n.º16, 1º Direito, a partir de 1920, aquando do regresso definitivo da mãe e dos irmãos da África do Sul.

No final dos anos 80, a Câmara Municipal de Lisboa adquiriu o prédio, que se encontrava em mau estado de conservação e em risco de ser demolido. O facto de ter sido a última morada de Fernando Pessoa fazia deste edifício um lugar privilegiado para depósito e exibição do espólio do escritor, então na posse da Câmara Municipal de Lisboa: objectos pessoais, algum mobiliário e uma grande parte dos livros que pertenceram ao escritor.

Inaugurada a 30 de Novembro de 1993, no dia do aniversário da morte do poeta, todo o edifício foi reconstruído, segundo o projecto da Arquitecta Daniela Ermano, mantendo-se apenas como originais a fachada, as escadas que levam ao primeiro andar e duas divisões do apartamento da família.

Em 2012, a Casa passou a ser gerida pela EGEAC – empresa municipal que gere a maior parte dos equipamentos culturais do município –, sendo o único espaço na alçada desta entidade exclusivamente dedicado à literatura.

Em 2019, a Casa encerrou para obras de remodelação, com um novo projecto de arquitectura e museografia que permite responder melhor ao público crescente que a visita e às suas expectativas. A sua reabertura está prevista para 2020 com uma nova exposição, uma nova biblioteca e um novo auditório.

Foram directores da Casa: Manuela Júdice (1993-2002), Clara Ferreira Alves (2002-2006), Francisco José Viegas (2006-2008) e Inês Pedrosa (2008-2014). Desde Julho 2014, é dirigida por Clara Riso.


Biblioteca Particular[editar | editar código-fonte]

A biblioteca que pertenceu a Fernando Pessoa (1888-1935) – os livros que comprou, recebeu de amigos, ganhou, herdou, editou, leu e profusamente anotou – constitui o maior valor da Casa Fernando Pessoa. A Biblioteca Particular de Pessoa - cerca de 1300 títulos no total, mais de metade em língua inglesa – é o espólio mais valioso e que está na origem da fundação da Casa Fernando Pessoa em 1993.

Desde 2010, o conjunto de livros que pertenceu ao autor encontra-se online, acessível a partir de qualquer ponto do mundo.[2]



Referências

  1. «A Casa · Casa Fernando Pessoa». www.casafernandopessoa.pt. Consultado em 9 de junho de 2020 
  2. «Biblioteca Particular Fernando Pessoa». bibliotecaparticular.casafernandopessoa.pt. Consultado em 9 de junho de 2020 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]