Catedral de Segóvia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Catedral de Santa María de Segovia - 01.jpg

A Catedral de Santa Maria de Segóvia é a da Diocese de Segóvia, Espanha. É uma catedral católica construída no século XVI (1525–1577) em estilo gótico tardio com traços renascentistas e reformada no século XVIII. Devido às suas dimensões e à sua elegância é conhecida como "Dama das Catedrais".

É uma das catedrais góticas mais tardias da Espanha e da Europa, já que foi construída numa altura em que na maior parte da Europa predominava o estilo renascentista. O edifício tem uma estrutura em três cúpulas altas e ambulatorial,[necessário esclarecer] tem janelas com fino rendilhado e vitrais. O interior tem uma unidade de estilo (em estilo gótico tardio), exceto na cúpula construída em torno de 1630, e parece impressionante e sóbrio. Abóbadas góticas atingir 33 metros de altura e mede 50 metros de largura e 105 de comprimento. A grande cúpula foi concluída por Pedro de Brizuela no século XVII. A torre poderoso chega a quase 90 metros. A capitel de pedra actual ao torre, data de 1614, erguido após um grande incêndio causado por uma tempestade. A torre original, totalmente gótico, foi construída de mogno americano tinha estrutura piramidal, e era a torre mais alta de Espanha.

O Commons possui uma categoria com imagens e outros ficheiros sobre a Catedral de Segóvia
Ícone de esboço Este(a) artigo sobre capela, igreja ou catedral é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
Ícone de esboço Este artigo sobre Espanha é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.