Charles Starkweather

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Charles Starkweather
Nome Charles Raymond Starkweather
Data de Nascimento 24 de novembro de 1938
Data de Morte 25 de junho de 1959 (20 anos)
Nacionalidade Estados Unidos Norte-americana
Crime (s) 11 Assassinatos
Pena Execução por cadeira elétrica
Situação Morto

Charles Raymond Starkweather (Lincoln, Nebraska, 24 de novembro de 193825 de junho de 1959) foi um adolescente estadunidense spree killer que matou onze pessoas nos estados de Nebraska e Wyoming nos Estados Unidos em uma farra de assassinatos durante dois meses, cometidos entre dezembro de 1957 e janeiro de 1958.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Charles Starkweather um jovem de 17 anos, 1,65 cm de altura e 77 quilos morava no estado de Nebraska nos Estados Unidos quando se apaixonou por uma garota de 13 anos, Caril Ann. Era um rapaz solitário e agressivo, mas não se sabe muito sobre o passado dele. Charles chegou a matar o vendedor de uma loja de conveniência em novembro de 1957, depois que ele se recusou a vender um presente que ele queria dar a Caril Ann, mas a polícia não tinha provas contra ele, que permaneceu livre. Em janeiro do ano seguinte, durante uma discussão com a família da namorada, Charles perdeu o controle, atirou na mãe, no padrasto e na irmã dela, matando todos. O casal roubou um carro e fugiu em direção ao México, matando mais sete pessoas pelo caminho, com tiros de rifle e facadas. A farra assassina durou três dias, mas os dois foram presos. Foram onze vítimas nessa road trip com a sua namorada Caril Ann Fugate, pelos Estados do Nebraska e do Wyoming, entre Dezembro de 1957 e janeiro de 1958, ele tinha acabado de fazer 19 anos e Caril Ann tinha 14.

Charles foi executado na cadeira elétrica aos 20 anos na Nebraska State Penitentiary em Lincoln, Nebraska, em 25 de junho de 1959. Já Caril Ann foi também condenada, mas com uma pena ligeiramente mais leve: prisão perpétua, com a possibiliadade de ser libertada após 20 anos cumpridos. Caril Ann ficou presa até 1976, e depois foi libertada. Caril Ann ainda hoje é viva, mas não mais casou e recusa-se a falar do seu passado com Charles. A electrocussão de Charles Starkweather em 1959 foi a última execução em Nebraska até 1994. Charles Starkweather tinha uma fixação pelo conhecido ator e sex symbol, James Dean, sentindo empatia pela sua rebeldia. Charles sentiu ainda fortes complexos de inferioridade que prostraram os seus valores morais.[2]

Cinema[editar | editar código-fonte]

Música[editar | editar código-fonte]

  • A canção de 1982 "Nebraska" de Bruce Springsteen é uma narrativa em primeira pessoa baseada na história de Charles Starkweather e Caril Ann. Springsteen chegou a nomear a canção como “Starkweather”, mas por razões óbvias, o título foi alterado.[3]


Referências

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Ícone de esboço Este artigo sobre uma pessoa é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.