Chelonoidis chilensis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Como ler uma infocaixa de taxonomiaTartaruga do Chaco
Tartaruga do Chaco

Tartaruga do Chaco
Classificação científica
Domínio: Eukaryota
Reino: Animalia
Filo: Chordata
Subfilo: Vertebrata
Classe: Reptilia
Ordem: Testudinata
Família: Testudinidae
Género: Chelonoidis
Espécie: C. chilensis
Nome binomial
Chelonoides chilensis

Tartaruga do Chaco, cujo nome científico é Chelonoidis chilensis, é uma espécie de tartaruga terrestre típica da América do Sul. Apesar do nome, não é encontrada, na natureza, no Chile, mas sim no sul do Bolívia, no Paraguai, Argentina e oeste do Uruguai.[1]

Embora não seja um jabuti, é fisicamente parecido com este, e por vezes é chamado de jabuti-argentino.[1]

Distribuição[editar | editar código-fonte]

A tartaruga do chaco, é comumente encontrada na Argentina, mas também pode ser vista na Bolívia e no Paraguai, sobretudo nas regiões Chaco e Monte. A sua distribuição é geralmente relacionada à temperatura do local, e à sua precipitação durante o período reprodutivo.[2]

Dieta[editar | editar código-fonte]

Como todas as espécies de tartaruga, a tartaruga do chaco é herbívora, consumindo gramíneas, arbustos, frutas e cactos.

Status da espécie[editar | editar código-fonte]

Atualmente, a corrente majoritária de zoólogos entende que há apenas uma espécie do tipo.[3] Todavia, há pesquisadores que acreditam que a C. chilensis deve ser dividida em três espécies: C. chilensis, C. petersi, e C. donosobarrosi. Alguns dão ênfase de que C. donosobarros deve ser vista como uma subespécie (C. c. donosobarrosi); há considerações que acreditam que esta deveria ser classificada como uma espécie separada, enquanto a C. petersi deveria ser uma variante da C. chilensis com as variações sendo consideradas variações cliniais em populações adjacentes.[4] Não obstante, todos esses taxons são considerados aceitos.[5][6] A variação morfológica é explicada como um fator de aumento estrutural.[6] Historicamente, estas são vistas como um taxon separado, com poucas pesquisas que possam confirmar ou negar tal entendimento. Uma análise molecular mais recente não encontrou nenhuma variação genética considerável.[7]

Subespécies[editar | editar código-fonte]

Possui três subespécies:

  • Chelonoidis chilensis chilensis[1]
  • Chelonoidis chilensis donosobarrosi[1]
  • Chelonoidis chilensis petersi[1]
Outros projetos Wikimedia também contêm material sobre este tema:
Commons Categoria no Commons

Referências

  1. a b c d e Atlas Virtual da Pré-História. «Tartaruga do Chaco». Consultado em 7 de junho de 2016 
  2. Ruete, A.; Leynaud, G.C. (2015). «Identification of limiting climatic and geographical variables for the distribution of the tortoise Chelonoidis chilensis (Testudinidae): a baseline for conservation actions». PeerJ. 3: e1298. doi:10.7717/peerj.1298 
  3. Fritz, Uwe; et al. (2012). «Northern genetic richness and southern purity, but just one species in the Chelonoidis chilensis complex». Zoologica Scripta. 41 (3): 220–232. doi:10.1111/j.1463-6409.2012.00533.x 
  4. Melissa Kaplan. «Chaco Tortoises». Consultado em 29 de abril de 2015 
  5. Fritz, U., Alcalde, L., Ramírez-Vargas, M., Goode, E.V., Fabius-Turoblin, D.U., and Praschag, P. 2012a. Northern genetic richness and southern purity, but just one species in the Chelonoidis chilensis complex. Zoologica Scripta 41:220–232.
  6. a b Rhodin, Anders G.J.; van Dijk, Peter Paul; Inverson, John B.; Shaffer, H. Bradley; Roger, Bour (2012-12-31). "Turtles of the world, 2012 update: Annotated checklist of taxonomy, synonymy, distribution and conservation status". Chelonian Research Monographs 5: 000.xx. doi:10.3854/crm.5.000.checklist.v5.2012
  7. Turtle Taxonomy Working Group (van Dijk PP, Iverson JB, Rhodin AGJ, Shaffer HB, Bour R). 2014. Turtles of the world, 7th edition: annotated checklist of taxonomy, synonymy, distribution with maps, and conservation status.