Chope

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Disambig grey.svg Nota: Se procura o povo originário de Moçambique, veja chopes.
Um copo de chope "meia pressão".

O chope ou chopp (do alemão alsaciano schoppen, "copo de meio litro" ou "medida de volume 300ml", em francês chope, em castelhano caña, em Portugal imperial ou fino) é como se denomina, no Brasil, a cerveja não pasteurizada, servida a partir de barris sob pressão através de uma torneira.[1][2] A expressão "um chope" representava o modo de pedir a bebida em um recipiente específico de 300ml, mas com o tempo e uso, a expressão passou a ser o conteúdo do copo.[1][2]

Brasil[editar | editar código-fonte]

Copos de chope na Oktoberfest de Igrejinha.

No Brasil geralmente é servido bem gelado, assim como a cerveja. O chope chegou ao Brasil com a Família Real Portuguesa, em 1808.[1] À época, era uma bebida restrita à Corte. Com o surgimento de bares, o consumo da bebida popularizou-se.

A primeira notícia sobre a comercialização da cerveja no país é um anúncio publicado no Jornal do Commercio, no Rio de Janeiro (RJ), em 27 de outubro de 1836, da Cerveja Brazileira, conhecida por Cerveja Barbante, devido o uso do rudimentar processo de fabricação gerava grande quantidade de gás carbônico na bebida, onde o barbante servia para impedir que a rolha da garrafa saltasse.[3]

Em 1888 o suíço Joseph Villiger fundou a Manufactura de Cerveja Brahma Villiger & Companhia, lançando comercialmente a marca Brahma, na cidade de Porto Alegre (RS) As antigas instalações da empresa atualmente são parte do complexo onde está instalado o Shopping Total, na mesma cidade.

Portugal[editar | editar código-fonte]

Uma "imperial" acabada de tirar directamente para o copo.

Uma imperial (no Centro e Sul do país e na Madeira) ou um fino (no Norte, nos Açores e nalgumas zonas do Centro de Portugal) é uma cerveja servida sob pressão num copo fino e alto. A cerveja em copos finos tem origem em Coimbra, Portugal, quando a cerveja de pressão era ainda servida em copos largos (como canecas) até que, os estudantes começaram a pedir cervejas em copos altos e finos, daí o nome.[carece de fontes?]

No começo do século XX, a principal produtora de cerveja em Portugal, era a Fábrica Germânica Imperial, que foi a primeira a vender cerveja à pressão. Portanto, uma "Imperial" não era senão um copo de cerveja da Germânia Imperial, nacionalizada na I Guerra Mundial, hoje conhecida como Portugália.[3]

Colarinho[editar | editar código-fonte]

O chamado "colarinho" ou "gravata"[4] é uma camada de espuma que é considerada um importante componente da bebida, devendo, segundo especialistas, ter de um a três dedos de acordo com o estilo da cerveja [5], de maneira que ela sirva como barreira para reter alguns compostos que lhe dão identidade, tais como óleos do lúpulo, todos os tipos de subprodutos gerados na fermentação pela levedura, como o álcool, e ésteres frutados, especiarias ou outras adições,[6]. Entre as outras propriedades, acredita-se, também, que ajuda a evitar que a cerveja esquente rapidamente.

Benefícios da bebida[editar | editar código-fonte]

A chopp tem pouca gordura e açúcar, com colesterol zero e fibras alimentares, engorda menos do que o vinho, devido a composição que contém cevada (malteada). O malte é rico em minerais e vitaminas, especialmente B6 e B12; onde 500 ml de cerveja suprem cerca de 30% da necessidade média diária das vitaminas. O lúpulo ajudar a prevenir coágulos sanguíneos junto com traços de zinco, cobre e ferro, ajudam com problemas de próstata, em pesquisa do Centro Alemão de Pesquisa do Câncer em Heidelberg; Onde o lúpulo contém uma molécula que protege contra câncer de mama e próstata e, seu amargor pode auxiliar a digestão.[2]

Bebedores moderados de chopp após o expediente são menos propensos ao estresse, ajudando a reduzir os sintomas do stress causado pelo trabalho, resultado de um estudo da Universidade de Montreal. Também reduzem as doenças cardíacas do que os abstêmios, reduzindo os depósitos de gordura nas paredes dos vasos sanguíneos e também reduz os níveis de colesterol no sangue, que pode prevenir as doenças cardíacas e estabilizar sua pressão arterial.[2] O stress devido ao trabalho se encontrava 25% mais baixo do que o dos abstêmios.[2]

A bebida é composta de cerca 95% de água, com relativamente baixo teor alcoólico em relação ao vinho, onde composição iônica ideal da chopp também ajuda a prevenir pedras nos rins e vesícula biliar. É também um diurético ajudando a manter o trato urinário aberto e prevenir infecções.[2]

Referências

  1. a b c «Chopp só tem no Brasil». Aventuras na História. 27 de janeiro de 2017 
  2. a b c d e f Menezes, Bruno. «RalfBeer». www.ralfbeer.com.br. Consultado em 28 de junho de 2017 
  3. Silva, Hiury Araújo (2016). «Cerveja e Sociedade» (PDF). Revista de Comportamento, Cultura e Sociedade, São Paulo. ISSN 2238-4200. Consultado em 28 de junho de 2017 
  4. http://www.dn.pt/inicio/portugal/interior.aspx?content_id=2684834
  5. [1] - A arte da bebida.
  6. [2] - A espuma da cerveja e a sua importância.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre bebidas é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.
O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Chope