Cidade transcontinental

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Atyrau, ponte sobre o rio Ural.

Uma cidade transcontinental é uma cidade que se estende por mais de um continente. Uma cidade pode ser transcontinental se atravessar uma fronteira transcontinental terrestre, ou se tem ilhas associadas a um continente diferente daquele em que se encontra a cidade. As seguintes são exemplos:

Cidades que, embora não sendo transcontinentais, ficam nas proximidades de fronteiras intercontinentais e são centros nevrálgicos das suas áreas metropolitanas:

Cidades com ilhas dependentes[editar | editar código-fonte]

Almería

Cidade do Cabo, Caracas e Tóquio poderão ser tecnicamente consideradas cidades transcontinentais, se a inclusão das ilhas distantes desabitadas se aceitar como suficiente. Podem ser consideradas transcontinentais geograficamente, mas não demograficamente. Almería é transcontinental dada a inclusão de uma ilha africana a 90 km do núcleo urbano com uma base militar. Os outros exemplos são cidades claramente contíguas e transcontinentais.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «Cópia arquivada» (PDF). Consultado em 3 de novembro de 2011. Arquivado do original (PDF) em 24 de agosto de 2009 
  2. Se se considerar que a fronteira entre continentes é o canal do Panamá