Cinema da Ásia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Cinema asiático
Cinema do leste asiático
Cinema do sul asiático
Cinema do sudeste asiático
Cinema do oeste asiático

Cinema da Ásia é uma referência à indústria cinematográfica e aos filmes produzidos no continente asiático, sendo conhecido também por "Cinema do Leste". Entretanto, o termo é normalmente usado para se referir ao cinema produzido nas partes sudeste, sul e leste do continente, pois o cinema produzido no oeste da Ásia é, algumas vezes, classificado como cinema do Oriente Médio, incluindo-se o Irã e o Afeganistão. O cinema realizado na parte central do continente é normalmente agrupado com o cinema do Oriente Médio e, os filmes produzidos no norte da Ásia, território dominado pela Rússia, são considerados filmes europeus e, assim, fazem parte da indústria cinematográfica daquele continente.

O cinema do leste asiático abrange o Japão, a China, Hong Kong, Taiwan e Coreia do Sul, incluindo-se a indústria japonesa de anime e a de filmes de ação de Hong Kong. O cinema do sudeste asiático inclui o Camboja, a Tailândia e outros países da região sudeste da Ásia. Já o cinema produzido na parte central do continente e na região sudeste do Cáucaso abrange o Irã e o Tadjiquistão. O cinema do oeste asiático abrange, normalmente, as obras realizadas na Turquia e em Israel. Finalmente, o cinema do sul asiático abrange o cinema da Índia, o qual inclui as indústrias cinematográficas de Bollywood, Tegulo, Tâmil, Malaiala, canaresa e Bengali.

História[editar | editar código-fonte]

Precursores do filme[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Precursores do filme

Encontrou-se, em Shahr-i Sokhta, Irã, uma tigela feita de barro de 5200 anos, trazendo cinco imagens pintadas de uma cabra em sua parte externa. Acredita-se que este item é um exemplo de animação feita naquela época.[1][2][3]

Mo-Ti, um filósofo chinês, o qual viveu por volta de 500 a.C., discorreu sobre fenomenologia) da luz invertida vinda do mundo externo irradiada, através de um pequeno orifício, na parede oposta em um quarto escuro. O teatro de sombras surgiu durante a Dinastia Han e, depois, ganhou popularidade pela Ásia. Por volta do ano 180 d.C., Ting Huan (丁緩) criou um zootropo na China.

Em 1051, Alhazen, um cientista iraquiano, experimentou o mesmo princípio ótico descrito por Mo-Ti e relatou os resultados em seu livro Book of Optics, o qual forneceu a primeira descrição clara[4] e análise correta da câmara escura.[5] Seu experimento com lâmpada a óleo, em que várias fontes de luz diferentes são dispostas ao longo da uma grande área foi o primeiro a projetar com sucesso uma imagem inteira do exterior para uma tela em um ambiente interno com a câmera escura. .[6]

Era do cinema mudo[editar | editar código-fonte]

Ver artigo principal: Cinema mudo

Os primeiros filmes de curta-metragem da Ásia foram produzidos durante os anos de 1890. Os primeiros curtas produzidos no Japão foram Bake Jizo e Shinin no Sosei, ambos de 1898.[7] O primeiro curta-metragem indiano também foi produzido em 1898, The Flower of Persia, dirigido por Hiralal Sen.[8]

Referências

  1. CHTHO produces documentary on world’s oldest animation. Tehran Times. 04-03-2008.
  2. First Animation of the World Found In Burnt City, Iran Arquivado em 30 de abril de 2018, no Wayback Machine., Persian Journal, 2004 (em inglês)
  3. Oldest Animation Discovered In Iran. Animation Magazine. 12-03-2008. (em inglês)
  4. David H. Kelley, Exploring Ancient Skies: An Encyclopedic Survey of Archaeoastronomy (em inglês)
  5. Wade, Nicholas J.; Finger, Stanley (2001), «The eye as an optical instrument: from camera obscura to Helmholtz's perspective», Perception, 30 (10): 1157–1177, The principles of the camera obscura first began to be correctly analysed in the eleventh century, when they were outlined by Ibn al-Haytham.  (em inglês)
  6. Bradley Steffens (2006), Ibn al-Haytham: First Scientist, Chapter Five Arquivado em 13 de março de 2009, no Wayback Machine., Morgan Reynolds Publishing, ISBN 1-59935-024-6
  7. Seek Japan, J-Horror: An Alternative Guide (em inglês)
  8. McKernan, Luke (31 de dezembro de 1996). «Hiralal Sen (copyright British Film Institute)». Consultado em 1 de novembro de 2006  (em inglês)

Ligações externas[editar | editar código-fonte]