Cinema de Animação

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
(Redirecionado de Cinema de Animação (RTP))
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Vasco Granja foi o apresentador e o divulgador do programa

Cinema de Animação foi o nome de um espaço infantil de curtas-metragens de animação. O programa era apresentado pelo Vasco Granja, tendo estado no ar entre 1974 e 1990, com mais de 1000 episódios emitidos. [1][2][3]

Historial[editar | editar código-fonte]

A divulgação do Cinema de Animação em Portugal tem um nome: Vasco Granja. Vasco Granja teve um trajecto de vida que se desenrolou entre as letras e as artes da imagem. Divulgador de Cinema, Cinema de animação e Banda desenhada, assistente de imagem, cinéfilo, bedéfilo, cineclubista, foi também responsável por rubricas especializadas na imprensa regional e nacional. Exerceu funções no sector editorial nas editoras Arcádia e Bertrand, assim como no corpo redatorial da edição portuguesa da revista Tintin. Teve intervenção enquanto divulgador cultural nas décadas 50 a 90 na organização de sessões de cinema, exposições e debates por todo o país. “Embaixador” de Portugal nos Festivais internacionais de Cinema de animação e Banda desenhada nas décadas de 70 a 90, foi representante e júri nestes certames, levando consigo criadores e mostrando o que de melhor se fazia em Portugal. Criador do primeiro curso de Cinema de animação que viria a estar na origem da Associação Portuguesa de Cinema de Animação, leccionou a disciplina de Cinema de animação na Escola Profissional de Imagem. Homem de causas cívicas, resistente antifascista e militante do PCP foi detido duas vezes pela PIDE, em 1954 e em 1963, sendo condenado no então designado “Processo dos Cineclubes” e cumprido pena de prisão num total de dois anos na Cadeia do Aljube, Prisão de Caxias e Prisão de Peniche.

Depois do 25 de abril de 1974, ainda nesse mesmo ano, Vasco Granja foi convidado pela RTP a apresentar um programa de cinema de animação. Vasco Granja seleccionou, comentou e apresentou filmografia de todo o mundo, nomeadamente das escolas norte americana, canadiana, Europa de leste e soviética. Deu a conhecer o cinema de entretenimento a par do cinema experimental, regendo-se por critérios de qualidade, originalidade e criatividade. Um dos objectivos que o norteou foi divulgar todo o cinema de animação de qualidade não só junto das gerações mais novas mas também junto de um público adulto e apreciador. Para além destes objectivos de carácter informativo e formativo pretendeu igualmente transmitir uma mensagem de paz e solidariedade que considerava estar presente nos filmes que apresentava.

Referências

  1. «Recordar a carreira de Vasco Granja | Agora Nós». Agora Nós. 22 de agosto de 2017 
  2. «Morreu Vasco Granja» 
  3. «Vasco Granja - Cinema de Animação – O Lápis Mágico». www.santanostalgia.com. Consultado em 25 de junho de 2018 
Ícone de esboço Este artigo sobre televisão é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.