Claude-Paul Taffanel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Claude-Paul Taffanel (16 de setembro de 1844 - 22 de novembro de 1908) foi um flautista francês, diretor e instrutor. Considerado o fundador da Escola Francesa de Flautismo, que dominou muito a composição e a interpretação da flauta durante meados do século XX

Compositor e escritor[editar | editar código-fonte]

Taffanel foi um fluente compositor de flauta para quinteto de sopro, escrevendo várias peças consideradas parte do repertório padrão atual. Entre elas:

Andante Pastorale et Scherzettino (1907)
  • Andante Pastoral et Scherzettino
  • Grande Fantasie (Mignon)
  • Fantasie, Themes/ Der Freischutz
  • Quintette (para quinteto de ventos)

Escreveu um livro sobre o método para flauta, 17 Grands Exercices Journaliers De Mecanisme, que foi finalizado após sua morte por dois de seus alunos, Louis Fleury e Philippe Gaubert. Ainda hoje, é considerado um dos principais livros de método para flautistas. Gaubert foi o segundo compositor e flautista francês mais conhecido, depois de Taffanel.

Accordrelativo20060224.png Este artigo sobre um(a) músico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.


O Commons possui uma categoria contendo imagens e outros ficheiros sobre Claude-Paul Taffanel