Claude Dupuy

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Broom icon.svg
As referências deste artigo necessitam de formatação (desde julho de 2014). Por favor, utilize fontes apropriadas contendo referência ao título, autor, data e fonte de publicação do trabalho para que o artigo permaneça verificável no futuro.
Claude Dupuy
Claudius Puteanus
Nascimento 1545
Paris,  França
Morte 1 de dezembro de 1594
Paris,  França
Nacionalidade  França
Ocupação Jurista, bibliófilo, filólogo e humanista

Claude Dupuy (Paris, 1545 — Paris, 1 de Dezembro de 1594) foi um jurista, bibliófilo, filólogo e humanista francês. Figura chave no círculo de humanistas e historiadores franceses centralizados em torno de Jacques Cujas e Jacques-Auguste de Thou, Dupuy formou uma grande biblioteca de manuscritos que foi herdada pelos seus filhos Pierre, erudito notável, e o humanista Jacques. Quando este morreu, em 1657, os livros e os manuscritos passaram para a Coleção Real e hoje fazem parte da Biblioteca Nacional da França. Todas essas obras são identificadas hoje como o Codex Puteanus. Entre seus escritos mais célebres estão os manuscritos das Epístolas de São Paulo, em grego e latim, além de uma coleção das notações tironianas[1].

Entre outras raridades encontram-se também manuscritos do século IX de Estácio (século I d.C.), a obra Apologeticum de Tertuliano e um códex do século V da Terceira Década de Lívio (século I a.C.–II d.C.). Estes escritos tinham pertencido à Abadia de Corbie, e foram adquiridos não se sabe por quais meios. Claude Dupuy não se interessava por iluminuras, ele dava preferência a textos bons, corretos, e escritos com elegância. Ele os lia, e algumas vezes, fazia anotações sobre eles. Infelizmente, morreu muito cedo para publicar os resultados de suas pesquisas, porém, sua vasta correspondência com Gian Vincenzo Pinelli (1535-1601)[2][3] foi editada por Anna Maria Raugei[4].

Obras[editar | editar código-fonte]

  • Gallicae Lingvæ Institvtio, Latino Sermone Conscripta, Per Ioannem Pilotum Barrensem, Ioannes Pilotus Barrensis, Arnout Nicolai, Gulielmus Silvius - 1563
  • Strōmateus Paroimiōn Emmetrōn, Josephus Scaliger, Astrampsychus - 1600
  • Claudii Poteanus tumulos - 1607
  • Trogi Pompeii Historiarum Philippicarum epitoma, Marcus Iunianus Iustinus, Pompeius Trogus, Jacques Cujas, Victor Strigel - 1613
  • XIV Panegyrici veteres ad antiquam: qua editionem quà scripturam infinitis locis emendati, aucti : antea quidem ope Ioan. M. Catanaei, Fr. Balduini, Hermand Rayani, Ioann. Livineii, Iuste Lipsii - 1655
  • Latini Pacati Drepanii Panegyricus: cum notis integris Claudii Puteani, Franc. Iureti ... aliorumque selectis animadversiones criticae ... - 1753

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. As notações tironianas são um sistema de taquigrafia que dizem ter sido inventada pelo escriba de Cícero, Marcus Tullius Tiro.
  2. Bibliothèque Nationale de France
  3. CERL Thesaurus
  4. Raugei (ed.), Gian Vincenzo Pinelli et Claude Dupuy. Une correspondance entre deux humanistes, (Florença) 2001
  5. Bibliothèque Nationale de France
  6. Bibliothèque Nationale de France
  7. Bibliothèque Nationale de France
  8. Personensuche