Codex Nanianus

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Manuscritos do Novo Testamento
PapirosUnciaisMinúsculosLecionários
Uncial 030
Marcoas 5,18

Marcoas 5,18
Nome Nanianus
Sinal U
Texto Evangelhos
Data século IX
Escrito grego
Agora está Biblioteca Marciana
Tamanho 22.5 x 16.7 cm
Tipo Texto-tipo Bizantino
Categoria V

Codex Nanianus designado U ou 030 (Gregory-Aland), ε 90 (von Soden), é um manuscrito uncial grego dos quatro evangelhos, datado pela paleografia para o século IX.[1]

Descoberta[editar | editar código-fonte]

Contem 291 fólios dos quatro Evangelhos (22.5 x 16.7 cm). Escrito em duas colunas por página, em 21 linhas por página.[1]

Contém a Epistula ad Carpianum, κεφαλαια, τιτλοι, as seções amonianas e os cânones eusebianos.[2]

Texto[editar | editar código-fonte]

O texto grego desse códice é um representante do Texto-tipo Bizantino. Aland colocou-o entre a Categoria V.[1]

História[editar | editar código-fonte]

O nome do códice veio depois do seu último proprietário, Giovanni Nanni (1432-1502).[3]

Actualmente acha-se no Biblioteca Marciana (1397 (1, 8)) em Veneza.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b c d Kurt Aland e Barbara Aland, The Text of the New Testament: An Introduction To The Critical Editions and to the Theory and Practice of Modern Textual Criticism, Grand Rapids, Michigan, 1995, p. 113.
  2. C. R. Gregory, "Textkritik des Neuen Testaments", Leipzig 1900, vol. 1, p. 75.
  3. F. H. A. Scrivener, "A Plain Introduction to the Criticism of the New Testament" (George Bell & Sons: Londres 1894), Vol. 1, p. 149.

Literatura[editar | editar código-fonte]

  • Russell Champlin, Family E and Its Allies in Matthew (Studies and Documents, XXIII; Salt Lake City, UT, 1967).
  • J. Greelings, Family E and Its Allies in Mark (Studies and Documents, XXXI; Salt Lake City, UT, 1968).
  • J. Greelings, Family E and Its Allies in Luke (Studies and Documents, XXXV; Salt Lake City, UT, 1968).
  • Frederik Wisse, Family E and the Profile Method, Biblica 51, (1970), pp. 67–75.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]