Coimagem

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Em álgebra abstrata, a coimagem de um homomorfismo

fA → B

é o quociente

coim f = A/ker f

do domínio e do núcleo. A coimagem é naturalmente isomorfa à imagem pelo primeiro teorema do isomorfismo, quando aquele teorema se aplica.

De forma mais geral, na teoria das categorias, a coimagem de um morfismo é a noção dual da imagem de um morfismo. Se f : XY, então a coimagem de f (se existir) é um epimorfismo c : XC tal que

  1. existe uma aplicação fc : CY com f = fcc,
  2. para qualquer epimorfismo z : XZ para o qual existe uma aplicação fz : ZY com f = fzz, existe uma única aplicação π : ZC tal que c = πz e fz = fcπ.

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências[editar | editar código-fonte]

  • Mitchell, Barry (1965). Theory of categories. Col: Pure and applied mathematics. 17. [S.l.]: Academic Press. ISBN 978-0-124-99250-4