Colite

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Ambox important.svg
Foram assinalados vários aspectos a serem melhorados nesta página ou secção:

Colite é uma condição inflamatória do intestino, ela pode ser causada ou se manifestar de duas formas principais: colite ulcerosa e doença de Crohn. Pode também ser causado indiretamente por medicamentos, nesse caso se chama colite pseudomembranosa. Genericamente, porém, o termo se refere a qualquer inflamação, como a que é causada por uma virose no intestino, resultando em diarréia aguda.

A colite ulcerativa é uma doença inflamatória do cólon, intestino grosso, que se caracteriza por inflamação e ulceração da camada mais interna do cólon. Os sintomas incluem caracteristicamente diarréia, com ou sem sangramento retal, e freqüentemente dor abdominal. A colite ulcerativa pode afetar apenas a parte inferior do cólon, reto e é, então, chamada de proctite ulcerativa. Se a doença afetar apenas o lado esquerdo do cólon, ela é chamada de colite distal ou limitada. Se ela envolver todo o cólon, é chamada de pancolite. A colite ulcerativa difere de uma outra doença inflamatória intestinal, a doença de Crohn. A Colite ulcerativa afeta apenas o cólon. A inflamação é máxima no reto e estende-se até o cólon de modo contínuo, sem nenhuma área do intestino normal poupada. A doença de Crohn pode afetar qualquer área do trato gastrintestinal, incluindo o intestino delgado, e pode haver áreas de intestino normal entre as áreas de intestino doente, as chamadas áreas "poupadas". A colite ulcerativa afeta apenas a camada mais interna do cólon, enquanto a doença de Crohn pode afetar toda a espessura da parede intestinal. A colite ulcerativa e a doença de Crohn são diferentes do cólon espástico ou síndrome do cólon irritável, que é um distúrbio de motilidade do trato gastrintestinal. A síndrome do cólon irritável não tem nenhuma relação direta com a colite ulcerativa ou doença de Crohn.Em uma pequena proporção de pacientes, o tratamento clínico não é completamente bem sucedido ou surgem complicações. Nessas circunstâncias, pode-se considerar a cirurgia. Essa cirurgia envolve a remoção de todo o cólon e reto, com criação de uma ileostomia ou estoma externo. Diferente da doença de Crohn, que pode recorrer após a cirurgia, a colite ulcerativa é "curada" após a remoção do cólon. Têm sido desenvolvidas novas técnicas cirúrgicas, para remover o cólon, manter a continuidade e continência intestinal e evitar uma ileostomia. Essas técnicas envolvem a criação de uma bolsa interna com intestino delgado e sua fixação com o músculo do esfíncter anal, mantendo assim a integridade intestinal e evitando um estoma externo ou ileostomia.

Ícone de esboço Este artigo sobre Medicina é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.