Compressibilidade

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

A compressibilidade, define-se como sendo uma variação infinitesimal do volume por unidade de variação de pressão. Em termos mais simples, é a propriedade que a matéria apresenta quando sofre a ação de forças adequadamente distribuidas, tendo seu volume diminuido. É também este termo a propriedade dos corpos que podem ser comprimidos. Em termos habituais, a compressibilidade dos líquidos é quase nula. Variações simultâneas da pressão e do volume de um gás em temperatura constante implicam na sua compressibilidade.

Em termodinâmica e mecânica dos fluidos, compressibilidade é uma medida da relativa mudança de volume de um fluido ou sólido como uma resposta a uma pressão (significativa alteração de tensão).

\beta=-\frac{1}{V}\frac{\partial V}{\partial p}

onde V é volume e p é pressão. Nota: a maioria dos livros texto usam a notação \kappa para esta grandeza. O estabelecido acima é incompleto, porque para qualquer objeto ou sistema a magnitude da compressibilidade depende fortemente se o processo é adiabático ou isotérmico. De acordo com isso define-se a compressibilidade isotérmica como:

\beta_T=-\frac{1}{V}\left(\frac{\partial V}{\partial p}\right)_T

onde a T subescrito indicata que a diferencial parcial é para ser tomada a temperatura constante. A compressibilidade adiabática como:

\beta_S=-\frac{1}{V}\left(\frac{\partial V}{\partial p}\right)_S

onde S é a entropia. Para um sólido, a distinção ente as duas é normalmente negligenciável.

O inverso da compressibilidade é chamado de módulo de compressibilidade, frequentemente notado como K (algumas vezes na literatura B, de bulk modulus, como é tratado em inglês).

Ver também[editar | editar código-fonte]

Wikcionário
O Wikcionário possui o verbete compressibilidade.
Ícone de esboço Este artigo sobre física é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.