Conceição do Pará

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Conceição do Pará
  Município do Brasil  
Símbolos
Bandeira de Conceição do Pará
Bandeira
Brasão de armas de Conceição do Pará
Brasão de armas
Hino
Lema A terra do fim de semana
Apelido(s) "Cardosos"
Gentílico conceição-paraense
Localização
Localização de Conceição do Pará em Minas Gerais
Localização de Conceição do Pará em Minas Gerais
Mapa de Conceição do Pará
Coordenadas 19° 45' 10" S 44° 53' 49" O
País Brasil
Unidade federativa Minas Gerais
Municípios limítrofes Nova Serrana, Pitangui, Onça de Pitangui, Igaratinga, Leandro Ferreira, São Gonçalo do Pará e Pará de Minas
Distância até a capital 120 km
História
Fundação 1 de março de 1963
Administração
Prefeito(a) Procopio (MDB)
Características geográficas
Área total [2] 249,409 km²
População total (Censo IBGE/2010[3]) 5 162 hab.
Densidade 20,7 hab./km²
Clima ameno
Fuso horário Hora de Brasília (UTC−3)
CEP 35668-000 a 35668-999[1]
Indicadores
IDH (PNUD/2000 [4]) 0,749 alto
PIB (IBGE/2008[5]) R$ 125 508,212 mil
PIB per capita (IBGE/2008[5]) R$ 25 808,80
Outras informações
Padroeiro(a) Nossa Senhora da Conceição[6]
Sítio www.conceicaodopara.mg.gov.br (Prefeitura)
conceicaodopara.cam.mg.gov.br (Câmara)


Conceição do Pará é um município brasileiro do estado de Minas Gerais. Está localizado na Mesorregião do Oeste de Minas, a 136 km de Belo Horizonte. Limita-se ao sul com São Gonçalo do Pará e Igaratinga, a leste com Pará de Minas e Onça de Pitangui, ao norte com Pitangui, a oeste com Leandro Ferreira e a sudoeste com Nova Serrana.[7]

Geografia[editar | editar código-fonte]

Hidrografia[editar | editar código-fonte]

O município de Conceição do Pará está totalmente localizado dentro da Bacia do Rio Pará, que faz parte da Região Hidrográfica do Rio São Francisco. O principal rio que banha o município é o Rio Pará, que é responsável por parte do limite com o município de Nova Serrana, depois corta o município no sentido Sul-Norte até o limite com o município de Pitangui, passando a compor o limite entre estes dois municípios no sentido Sudeste-Noroeste.

Outro rio importante que passa pelo município é o Rio São João. Este rio banha Conceição do Pará nos limites com os municípios de Pará de Minas, Onça de Pitangui e Pitangui. Segundo SILVEIRA (2010), 15,8% do território do município encontra-se na sub-bacia do Rio São João.[8][9]

Infraestrutura[editar | editar código-fonte]

Rodovias[editar | editar código-fonte]

O principal acesso a Conceição do Pará por via rodoviária é realizado pela rodovia estadual MG 423, que atravessa a cidade, fornecendo acesso aos entroncamentos com a rodovia BR-262, próximo a Nova Serrana, e com a rodovia federal BR-352 na localidade de Brumado, município de Pitangui. Outra estrada importante para o município é a LMG-819, que dá acesso ao Santuário Diocesano de Nossa Senhora da Conceição, que é destino turístico histórico e religioso da região.[10][11]

Geração de Energia[editar | editar código-fonte]

Estão instaladas no município duas barragens para geração de energia elétrica. Ambas as usinas pertencem à Companhia de Tecidos Santanense.

  • Pequena Central Hidrelétrica Pitangui (Cachoeira Bento Lopes), instalada no Rio Pará, com potência nominal de 1.400 kW.[12]
  • Usina Carioca (Pequena Central Hidrelétrica Cachoeira do Rosário), instalada no Rio São João, no limite com o município de Pará de Minas, com capacidade nominal de 1.600 kW.[13]

Além das usinas hidrelétricas, existe também fornecimento de energia à rede pela Usina Termelétrica Brasil Verde. Essa usina pertence à empresa Brasil Verde Agroindústrias Ltda, possui potência nominal de 1.200 kW e funciona com gás de alto-forno.[10]

Transmissão de Energia[editar | editar código-fonte]

Passa pelo território do município uma linha de transmissão de 500 kV, ligando a Subestação Bom Despacho 3, no município de Bom Despacho, à Subestação Neves 1, localizada no município de Ribeirão das Neves, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. A linha de transmissão é operada pela Companhia Energética de Minas Gerais (CEMIG).

A rede de distribuição de energia é operada também pela CEMIG e ocorre em linhas de 138 kV, 69 kV e em linhas de média tensão.[10]

Sorte Grande[editar | editar código-fonte]

Um bolão de 20 cotas de apostadores faturou o prêmio da Mega-Sena, concurso 1910, acumulada em quatro sorteios, com o prêmio de R$ 59.741.202,88 em Conceição do Pará. O registro do jogo foi feito em uma lotérica no Centro da cidade. Ao contrário de outros premiados que preferem ser discretos e não revelar quem venceu, na cidade que é carinhosamente chamada de Cardosos, uma lista com os vencedores já circula entre a população.

Segundo as informações de algumas famílias da cidade figuram entre os novos milionários o dono da loteria, comerciantes de quitandas da cidade, funcionários de um posto de abastecimento e até lavradores. No caso do dono da lotérica a premiação veio porque ele sempre ficava com as cotas do bolão que sobravam, nesse caso duas cotas.

Cada vencedor receberá R$ 2.987.060,14 por cota. Os apostadores faturaram um bolão da Caixa Econômica Federal com aposta de 11 números, com valor da cota de R$ 80,25, tarifa de serviço de R$ 28,29 e preço total de R$ 109,13.

Na cidade, as pessoas já levam com bom humor a vitória dos apostadores. Um dos lavradores, inclusive, que era muito requisitado para capinar lotes e quintais, já está recusando serviços[14].

Referências

  1. Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos. «Busca Faixa CEP». Consultado em 1 de fevereiro de 2019 
  2. IBGE (10 de outubro de 2002). «Área territorial oficial». Resolução da Presidência do IBGE de n° 5 (R.PR-5/02). Consultado em 5 de dezembro de 2010 
  3. «Censo Populacional 2010». Censo Populacional 2010. Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). 29 de novembro de 2010. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  4. «Ranking decrescente do IDH-M dos municípios do Brasil». Atlas do Desenvolvimento Humano. Programa das Nações Unidas para o Desenvolvimento (PNUD). 2000. Consultado em 11 de outubro de 2008 
  5. a b «Produto Interno Bruto dos Municípios 2004-2008». Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística. Consultado em 11 de dezembro de 2010 
  6. Serviço Nacional de Aprendizagem Comercial (SENAC). «Lista por santos padroeiros» (PDF). Descubra Minas. p. 3. Consultado em 14 de setembro de 2017. Cópia arquivada (PDF) em 14 de setembro de 2017 
  7. «Municípios de Minas Gerais - Assembleia de Minas». Assembléia Legislativa de Minas Gerais - ALMG. 16 de setembro de 2016 
  8. «Plano Diretor da Bacia Hidrográfica do Rio Pará» (PDF). Associação de Usuarios da Bacia Hidrográfica do Rio Pará. 14 de setembro de 2016. Consultado em 15 de setembro de 2016. Arquivado do original (PDF) em 21 de setembro de 2016 
  9. «Sistema de informações geográficas de baixo custo para apoio à gestão de bacias hidrográficas» (PDF). Centro de Sensoriamento Remoto da UFMG, Moisés Júnio da Silveira. 13 de setembro de 2016 
  10. a b c «MG3D - GeoINDI». Instituto de Desenvolvimento Integrado de Minas Gerais – INDI. 16 de setembro de 2016 
  11. «Santuário Diocesano de Nossa Senhora da Conceição». Diocese de Divinópolis 
  12. «Relatório de Controle Ambiental RCA - Companhia De Tecidos Santanense - Usina Bento Lopes» (PDF). Fundação Estadual do Meio Ambiente – FEAM. 29 de janeiro de 2009 
  13. «Relatório de Controle Ambiental RCA – PCH Carioca Companhia De Tecidos Santanense» (PDF). Fundação Estadual do Meio Ambiente – FEAM. 2 de junho de 2009 
  14. Minas, Estado de (9 de março de 2017). «Bolão com 20 pessoas é o ganhador da Mega-Sena em Conceição do Pará». Estado de Minas 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre municípios do estado de Minas Gerais é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.