Coroide

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Coroide
Schematic diagram of the human eye pt.svg
Diagrama esquemático do olho humano
MeSH Choroid

Coroide, conhecido também como corioide[1] ou coroideia[2] é a estrutura do olho de vertebrados[1] que constitui um dos elementos essenciais da úvea posterior, estando situada entre a camada esclerótica e a retina.[3] É uma membrana fina e com muitos vasos sanguíneos que abastecem a retina com nutrientes e oxigênio. Contêm melanócitos que produzem o pigmento melanina, que confere a esta estrutura uma cor castanho-escuro. A melanina é capaz de absorver a luz que chega à retina, evitando sua reflexão no interior do bulbo do olho e permitindo que a imagem projetada na retina pela córnea seja nítida e clara.[4] A coroide ainda desempenha função imunitária, regulação térmica, trocas líquidas e metabólicas e manutenção da aderência retiniana.[3]

Referências

  1. a b Vieira, Raymundo Manno (2015). O Sistema Nervoso Humano: Um Enfoque Psico-Funcional. Rio de Janeiro: Editora Rubio. p. 406. 558 páginas. ISBN 9788584110292 
  2. «coroideia». Dicionário Priberam da Língua Portuguesa. Consultado em 28 de novembro de 2017 
  3. a b Ramalho, Antônio. «Coróide» (PDF). Anatomia e Fisiologia Oculares. Enciclopédia de Oftalmologia António Ramalho. Consultado em 29 de novembro de 2017 
  4. Tortora, Gerard J.; Derrickson, Bryan (2016). Corpo Humano - 10ed: Fundamentos de Anatomia e Fisiologia. Porto Alegre: Artmed Editora. p. 303. 704 páginas. ISBN 9788582713648 
Ícone de esboço Este artigo sobre olho é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.