Melanócito

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Representação de melanócitos e melanina

Melanócitos são células produtoras de melanina localizadas na camada superior (stratum basale) da derme, na camada média do olho humano ( uvea),[1] no ouvido interno,[2] nas meninges,[3] nos ossos,[4] e no coração.[5] É o principal pigmento responsável pela cor da pele.

É uma célula dendrítica que produz melanina, substância pigmentar que envolve a célula protegendo seu núcleo dos raios solares. No ser humano, os melanócitos encontram-se na pele, na camada basal da epiderme, no sistema nervoso central e na retina. A melanina é um dos responsáveis pela coloração da pele e auxilia na proteção celular contra a radiação solar.

O melanócito é uma célula neurocutânea que surge a partir da crista neural no período embrionário.

Existem várias tipos de melanina e esta é produzida em quantidades diferentes em cada segmento corporal, bem como em pessoas diferentes de acordo com seu fototipo. Distúrbios podem afetar os melanócitos determinando algumas doenças dermatológicas, a saber: vitiligo, melasma ou cloasma, hipercromias, nevos melanocíticos e melanoma.

Referências

  1. Barden H and Levine S (1983). «Histochemical observations on rodent brain melanin». Brain Research Bulletin. 10 (6): 847–851. PMID 6616275. doi:10.1016/0361-9230(83)90218-6 
  2. Markert CL and Silvers WK (1956). «The effects of genotype and cell environment on melanoblast differentiation in the house mouse». Genetics. 41 (3): 429–450. PMC 1209793Acessível livremente. PMID 17247639 
  3. Mintz B (1971). «Clonal basis of mammalian differentiation». Symposia of the Society for Experimental Biology. 25: 345–370. PMID 4940552 
  4. Nichols SE and Reams WM (1969). «The occurrence and morphogenesis of melanocytes in the connective tissues of the PET/MCV mouse strain». Journal of Embryology and Experimental Morphology. 8: 24–32. PMID 14426921 
  5. Theriault LL and Hurley LS (1970). «Ultrastructure of developing melanosomes in C57 black and pallid mice». Developmental Biology. 23 (2): 261–275. PMID 5476812. doi:10.1016/0012-1606(70)90098-9 

Ver também[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre Biologia é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.