Crioulo indo-português da Costa de Coromandel

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Crioulo indo-português da Costa de Coromande
Falado em: Costa de Coromandel, na Índia.
Total de falantes: Língua extinta
Família: Crioulos de base portuguesa
 Crioulos indo-portugueses
  Crioulo indo-português da Costa de Coromande
Estatuto oficial
Língua oficial de: Nenhum Estado.
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

O crioulo indo-português da Costa de Coromandel era uma língua crioula de base portuguesa, que se formou durante o contato entre a língua portuguesa e línguas locais, atualmente esta linguagem encontra-se extinta, mas foi muito falado na Costa de Coromandel, Índia: (Meliapore, Madras, Tuticorin, Cuddalore, Karikal, Pondicherry, Tranquebar, Manapar, Negapatão…). Os descendentes de portugueses da Costa de Coromandel são geralmente conhecidos como "Topasses", eram católicos e falavam o crioulo português. Com o início do domínio inglês na Índia, eles começaram a falar a língua inglesa em lugar do português e também anglicizaram seus nomes. Atualmente fazem parte da comunidade eurasiana. Em 1883, em Negapatam, ainda existiam cerca de 20 famílias que falavam o crioulo indo-português.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. «A Herança da Língua Portuguesa no Oriente (Ásia)». Consultado em 18 de fevereiro de 2014