Portugis

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Question book-4.svg
Esta página cita fontes confiáveis e independentes, mas que não cobrem todo o conteúdo (desde agosto de 2017). Ajude a inserir referências. Conteúdo não verificável poderá ser removido.—Encontre fontes: Google (notícias, livros e acadêmico)
Portugis (Ternateño)
Falado em: Indonésia
Total de falantes: Língua extinta desde meadas do século XX
Família: Crioulos de base portuguesa
 Crioulos malaio-portugueses
  Indonésia
   Portugis
Códigos de língua
ISO 639-1: --
ISO 639-2: ---

O portugis ou ternateño, foi uma língua crioula de base portuguesa falada por cristãos de ascendência mista portuguesa e malaia nas ilhas de Ambon, Ternate e no oeste de Halmaera nas Molucas, nas Ilhas de Banda e Macáçar (Indonésia), durante o século XVI a meados do século XX. A linguagem foi gradualmente substituído por um crioulo malaio chamado de malaio ambonês.[1]

História[editar | editar código-fonte]

Durante o ano de 1510, quando os portugueses chegaram ao maior arquipélago do mundo, a atual Indonésia, estabeleceram ao longo do arquipélago diversas feitorias. Nas Ilhas Molucas, foi estabelecido um acordo com o sultão de Ternate, no qual os portugueses adquiriram o monopólio do cravinho. Mais tarde deslocaram-se de Ternate, para Ambon, Ceram e as Ilhas de Banda. Ainda hoje na língua local, muitas palavras tem origem portuguesa (janela, cadeira, tacho, bandeira, etc).

Nas ilhas Celebes (Sulawesi) a sua presença foi muito forte, não apenas em termos comerciais, culturais, mas também religiosos. A sua capital (Macáçar) foi dominada pelos portugueses até 1660.[2]

Nessas ilhas o portugis ou ternatenho, um crioulo baseado principalmente na língua portuguesa e no malaio, falado em Ternate, Ambon, Banda e Macáçar, está extinto. Em Ambon, o português sobrevive na língua atualmente falada, o malaio ambonês, um crioulo malaio que conta com cerca de 350 termos de origem portuguesa.[1]

Ver também[editar | editar código-fonte]

Referências

  1. a b «A Herança da Língua Portuguesa no Oriente (Ásia)». Consultado em 16 de fevereiro de 2014 
  2. «Uma Viagem pelo Mundo em Português». Lusotopia. Consultado em 16 de fevereiro de 2014. Arquivado do original em 3 de março de 2016