Dança contemporânea

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa

Dança contemporânea é um gênero de dança teatral que se desenvolveu em meados do século XX e, desde então, tornou-se um dos gêneros dominantes na formação de dançarinos, especialmente no mundo ocidental. Embora originalmente formada a partir de elementos da dança clássica, da dança moderna e do jazz, também incorpora elementos de muitos estilos.[1]

Em termos técnicos, a dança contemporânea tende a combinar o forte e controlado trabalho das pernas do balé com a ênfase sobre o torso, da dança moderna, além de empregar as técnicas de contract-release (contração e relaxamento), floor work (dança do solo e parede), fall-recovery (queda e recuperação) e improvisação características da dança moderna.[2] [3] Imprevisíveis mudanças de ritmo, velocidade e direção também são frequentemente usadas, e algumas vezes são incorporados elementos de danças não ocidentais, tais como os joelhos semifletidos da dança africana ou os movimentos do Butoh.[4] [5]

Características[editar | editar código-fonte]

Mais que uma técnica específica, a dança contemporânea é uma coleção de sistemas e métodos desenvolvidos a partir da dança moderna e pós-moderna. O desenvolvimento da dança contemporânea foi paralelo, mas separado do desenvolvimento da New Dance na Inglaterra. Distinções podem ser feitas entre a dança contemporânea americana, canadense e europeia.

A base da dança contemporânea é o balé. A dança contemporânea não se define em técnicas ou movimentos específicos, pois o intérprete/bailarino ganha autonomia para construir suas próprias coreografias a partir de métodos e procedimentos de pesquisa como: improvisação, improvisação de contato, método Laban, técnica de release, Body Mind Centering (BMC), [6] Alwin Nikolais. Esses métodos trazem instrumentos para que o intérprete crie as suas composições a partir de temas relacionados com questões políticas, sociais, culturais, autobiográficas, comportamentais e cotidianas, como também a fisiologia e a anatomia corpo. Aliado a isso, viu-se a necessidade de uma pesquisa teórica para complemento da prática.

O corpo na dança contemporânea é construído na maioria das vezes a partir de técnicas somáticas, incluindo o trabalho da conscienciatização do corpo e do movimento, como as técnicas de Alexander, Feldenkrais, eutonia, Klauss Vianna entre outras.


Referências

  1. "Concordia University Contemporary Dance Program". 
  2. Scheff, Helene; Marty Sprague; Susan McGreevy-Nichols (2010). Exploring dance forms and styles: a guide to concert, world, social, and historical dance Human Kinetics [S.l.] p. 87. ISBN 0-7360-8023-6. 
  3. McCutchen,. Brenda Pugh Teaching Dance as Art in Education, 2006, p. 139
  4. "Origins of Contemporary Dance". Consult. 28 February 2012. 
  5. "Contemporary Dance History". Consult. 28 February 2012. 
  6. The School for Body-Mind Centering