Dascuia

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Dascuia
Fundação 2004
Cores Verde e Rosa
Bairro Morro do Céu
Presidente Maurício dos Anjos
Presidente de honra Altamiro José dos Anjos
Carnavalesco Paulinho Trindade
Rainha da bateria Vanessa Martinelli
Enredo O preço da Ilusão

Grêmio Recreativo Cultural Escola de Samba Dascuia é uma escola de samba da cidade de Florianópolis, em Santa Catarina.

História[editar | editar código-fonte]

Foi fundado em 2004 como um bloco de sujos, onde um grupo de homens vestidos de mulher saía para brincar o carnaval em torno da Praça XV de Novembro. Durante muito tempo participou do desfile oficial de blocos de enredo do Carnaval de Florianópolis.[1]

Seu nome é uma homenagem a Altamiro José dos Anjos, o popular Dascuia[2], tradicional figura do Carnaval de Florianópolis, que durante anos escreveu páginas importantes no Carnaval da Capital, presidindo as duas maiores escolas de Samba da Capital: a Protegidos da Princesa e Copa Lord.

Em meados de Janeiro de 2005, o Bloco resolveu estruturar-se, adotando a denominação de Associação Esportiva Cultural e Carnavalesca Bloco do Dascuia e transformando-se em definitivo num bloco de enredo.

Em Janeiro de 2006, os fundadores e toda a comunidade das imediações do Morro do Céu, situado no Centro da Capital Florianópolis, reuniram-se e prepararam em tempo record de 30 dias o bloco para o desfile na passarela "Nego Quirido", com o enredo "Na terra do Futebol e do Samba o Bloco do Dascuia da Olé", enredo esse que levou para avenida aproximadamente 550 componentes dividos em: Bateria, Mestre sala e Porta bandeira e 5 alas de componentes usando camisetas com as cores da bandeira brasileira.

Em 2011 adotou a denominação atual e participou do desfile das Escolas de Samba do Grupo de Acesso em 2012, sagrando-se Vice-campeã, com o tema "A Diversidade – Vivemos todos sob o mesmo céu, mas nem todos temos o mesmo horizonte".

Em 2014 sagrou-se campeã do grupo de Acesso com o enredo "Preces a Xangô, Kaô Kabecilê! Pai da Justiça e senhor dos raios e trovões", conquistando também uma vaga entre as escolas de samba do grupo especial de Florianópolis.

Em 2015 e 2016 ficou em 4° lugar no grupo especial. No ano de 2017 estará com o enredo "O preço da ilusão", sendo a escola à fechar os desfiles que se iniciam na noite de Sábado de Carnaval

Segmentos[editar | editar código-fonte]

Presidentes[editar | editar código-fonte]

Nome Mandato
Maurício dos Anjos 2014 - 2015
Altamiro José dos Anjos Júnior 2016 - 2017

Mestre de bateria[editar | editar código-fonte]

Nome Período
Eduardo Calixto (Dudu Calixto 2011 - 2019

Rainhas de bateria[editar | editar código-fonte]

Período Rainha
2012 Michelli Bergler
2014 Amanda Vieira
2015 Michelli Bergler
2016 Amanda Vieira
2017 Vanessa Martinelli
2018 Vanessa Martinelli

Carnavais[editar | editar código-fonte]

Dascuia
Ano Colocação Grupo Enredo Carnavalesco Intérprete Ref.
2006 Vice-campeão Blocos - Grupo 1 Na terra do Futebol e do Samba o Bloco do Dascuia da Olé [1]
2007 Vice-campeão[1] Blocos - Grupo 1 Alegria na Passarela com o Circo Encantado [1]
2008 Vice-campeão Blocos - Grupo 1 Dascuia isso sim tradição [1]
2009 4° lugar[1] Blocos - Grupo 1 A Natureza da Minha Ilha, é o meu Samba [1]
2010 Vice-campeão Blocos - Grupo 1 Eduardo Nascimento Costa, O nosso bom de bola, a Europa conquistou

Compositor e intérprete:Jeisson Dias

[1][3]
2011 Campeão Blocos - Grupo 1 Turismo 100% na Ilha dos Manezinhos [1]
2012 Vice-campeã Acesso A Diversidade – Vivemos todos sob o mesmo céu, mas nem todos temos o mesmo horizonte.
2014 Campeã Acesso Preces a Xangô, Kaô Kabecilê! Pai da Justiça e senhor dos raios e trovões Layone Ventura Ricardo Martins [4][5]
2015 4º lugar Especial Da água, da Terra, do Fogo e do Ar, Surge a Energia para a Vida, Eletrizando Essa Avenida a Dascuia Com Seu Samba Quer Contagiar Layone Ventura Mará de Nilópolis e Feitiço [6][7][8]
2016 4º lugar Especial A tradição do Vinho, na força de um povo: Isso é Santa Catarina. Layone Ventura Mará de Nilópolis
2017 6º lugar Especial O preço da ilusão Paulinho Trindade Mará de Nilópolis
2018 3º Lugar Especial O samba e o reino da pequena África Paulinho Trindade [9]

Referências

  1. a b c d e f g h i Liga de Blocos. «Classificação Oficial de 2011». Consultado em 26 de janeiro de 2012. 
  2. Prefeitura de Florianópolis - acessoria de comunicação social 04/02/2008 (acessado em 01/01/2010
  3. «SAMBAS 2010». Liga de Blocos. 2010. Consultado em 26 de janeiro de 2012. 
  4. [1]
  5. «Protegidos da Princesa é a campeã do Carnaval 2014 em Florianópolis». G1. 3 de março de 2014. Consultado em 3 de março de 2014. 
  6. «Protegidos da Princesa é bicampeã do Carnaval de Florianópolis». Diário Catarinense. 16 de fevereiro de 2015. Consultado em 16 de fevereiro de 2015. 
  7. [2]
  8. [3]
  9. «Carnaval 2018: conheça os enredos das escolas de samba da Grande Florianópolis»