Deborah Jin

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Ir para: navegação, pesquisa
Deborah Jin
Nascimento 15 de novembro de 1968 (48 anos)
Morte 15 de setembro de 2016 (47 anos)
Boulder, Colorado
Nacionalidade Estadunidense
Prêmios Prêmio Maria Goeppert-Mayer (2002), Medalha Benjamin Franklin (2008), Prêmio Comstock de Física (2014), Medalha Isaac Newton (2014)
Campo(s) Física

Deborah S. Jin (15 de novembro de 1968) é uma física estadunidense, membra do National Institute of Standards and Technology (NIST); Professora Adjunta do Departamento de Física da Universidade do Colorado em Boulder; e membra do JILA, um laboratório do NIST com a Universidade do Colorado.[1][2]

Ela é considerada pioneira na química quântica molecular polar.[3][4] Entre 1995 e 1997, ela trabalhou com Eric Cornell e Carl Wieman no JILA, onde esteve envolvida em alguns dos primeiros estudos sobre gás diluido Condensado de Bose-Einstein.[5] Em 2003, o time de Dra. Jin na JILA fez o primeiro condensado fermiônico, uma nova forma de matéria.[6] Ela usou armadilhas magnéticas e lasers para esfriar fases atômicos fermionicos para menos do que 100 bilionésimos de graus abaixo de zero, tendo sucesso em demonstrar a degeneração quantum e a formação de um condensado molecular de Bose-Einstein.[7][8] Antes da sua morte, Jin era frequentemente mencionada como forte candidata para o Prêmio Nobel de Física.[9][10]

Em 2014 recebeu o Prêmio Comstock de Física[11] e a Medalha Isaac Newton.[12]

Referências

  1. «Deborah S. Jin». JILA, University of Colorado. Consultado em 3 de dezembro de 2015 
  2. «Interview with Deborah S. Jin». Annenberg Learner. Annenberg Foundation. Consultado em 3 de dezembro de 2015 
  3. B DeMarco, J Bohn, and E Cornell (2016) "Deborah S. Jin", Nature 538(7625), 318.
  4. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Ost
  5. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Mayer
  6. «A New Form of Matter: II, NASA-supported researchers have discovered a weird new phase of matter called fermionic condensates». Science News. Nasa Science. 12 de fevereiro de 2004 
  7. Erro de citação: Código <ref> inválido; não foi fornecido texto para as refs de nome Galvin
  8. Regal, C. A.; Greiner, M.; Jin, D. S. (28 de janeiro de 2004). «Observation of Resonance Condensation of Fermionic Atom Pairs». Physical Review Letters. 92 (4). 040403 páginas. Bibcode:2004PhRvL..92d0403R. PMID 14995356. arXiv:cond-mat/0401554Acessível livremente. doi:10.1103/PhysRevLett.92.040403. Consultado em 3 de dezembro de 2015 
  9. Chang, Kenneth (21 de setembro de 2016). «Deborah S. Jin Dies at 47; Physicist Studied Matter in Extreme Cold». The New York Times (em inglês). ISSN 0362-4331. Consultado em 13 de junho de 2017 
  10. Orzel, Chad. «Predicting The Nobel Prize In Physics». Forbes. Consultado em 13 de junho de 2017 
  11. Deborah Jin Awarded Comstock Prize in Physics (em inglês)
  12. Deborah Jin bags Isaac Newton Medal (em inglês)

Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  1. «The Scientific American 50 Award». Scientific American. Dezembro de 2004. p. 44 

Ligações externas[editar | editar código-fonte]

Leia mais[editar | editar código-fonte]

Ícone de esboço Este artigo sobre um(a) físico(a) é um esboço. Você pode ajudar a Wikipédia expandindo-o.