Diocese de Parintins

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Diocese de Parintins
Parintinensis
Localização
País Brasil
Arquidiocese metropolitana Arquidiocese de Manaus
Estatísticas
População 195.306
Área 135.442 km²
Informação
Rito Romano
Criação 12 de julho de 1955 (66 anos)
Padroeiro(a) Nossa Senhora do Carmo
Governo da diocese
Bispo Giuliano Frigeni, PIME
Jurisdição diocese
dados em catholic-hierarchy.org

A Diocese de Parintins (Dioecesis Parintinensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Brasil, pertencente à Província Eclesiástica de Manaus e ao Conselho Episcopal Regional Norte I da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, sendo sufragânea da Arquidiocese de Manaus. A episcopal está na Catedral Nossa Senhora do Carmo, na cidade de Parintins, no estado do Amazonas.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A Prelazia de Parintins foi erigida a 12 de julho de 1955, pelo Papa Pio XII, através da Bula Ceu Boni Patris Familias, desmembrada da Arquidiocese de Manaus, tendo como Padroeira Nossa Senhora do Carmo. Foi instalada em 13 de novembro de 1955, através de Dom Alberto Gaudêncio Ramos. Os padres do Pontifício Instituto das Missões Estrangeiras tornaram-se os responsáveis pela nova prelazia.

Em 13 de julho de 1963, perdeu parte de seu território na criação da Prelazia de Borba. A Prelazia de Parintins foi elevada à dignidade de diocese pelo Papa João Paulo II, no dia 30 de outubro de 1980. No mesmo ano, a Catedral de Nossa Senhora do Carmo foi concluída. A instalação da Diocese deu-se em 16 de agosto de 1981, por Dom Carmine Rocco, Núncio Apostólico no Brasil.

Demografia[editar | editar código-fonte]

Em 2004, a diocese contava com uma população aproximada de 195.600 habitantes, com 86,9% de católicos.

O território da diocese é de 75.654 km², organizado em 9 paróquias, compreendendo os municípios de Parintins, Barreirinha, Maués e Nhamundá.

Bispos[editar | editar código-fonte]

Nome Período Notas
Bispos
Dom Giuliano Frigeni, PIME 1999- Atual
Dom Gino Malvestio, PIME 1994-1997
Dom Giovanni Risatti, PIME 1989-1993 Nomeado Bispo de Macapá
Dom Arcângelo Cerqua, PIME 1980-1988
Prelados
Dom Arcângelo Cerqua, PIME 1961-1980 nomeado primeiro bispo diocesano
Administrador Apostólico
Pe. Arcângelo Cerqua, PIME 1956-1961 Nomeado primeiro bispo prelado
Dom Alberto Gaudêncio Ramos 1955-1956


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • Gardel, Luis D. Les Armoiries Ecclésiastiques du Brésil (1551-1962). Rio de Janeiro, 1963.
  • Ramos, Alberto Gaudêncio. Cronologia eclesiástica do Pará. Belém: Falângola, 1985. 305 p.
  • Cerqua, Dom Arcângelo. Clarões de Fé no Médio Amazonas. 2ª edição. Manaus: ProGraf Gráfica e Editora, 2009. 164 p.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]