Diocese de Macapá

Origem: Wikipédia, a enciclopédia livre.
Saltar para a navegação Saltar para a pesquisa
Diocese de Macapá
Diœcesis Macapensis
Catedral de São José
Localização
País  Brasil
Arquidiocese Metropolitana [[]]
Estatísticas
Área 148.000 km²
Informação
Rito romano
Criação da Diocese 11 de fevereiro de 1949 (69 anos)
Padroeiro(a) São José
Governo da Diocese
Bispo Pedro José Conti
Jurisdição diocese
Página oficial www.diocesedemacapa.com.br
dados em catholic-hierarchy.org

A Diocese de Macapá (Dioecesis Macapensis) é uma circunscrição eclesiástica da Igreja Católica no Brasil, pertencente à Província Eclesiástica de Belém do Pará e ao Conselho Episcopal Regional Norte II da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil, sendo sufragânea da Arquidiocese de Belém do Pará. A episcopal está na Catedral de São José, na cidade de Macapá, sendo a única diocese católica do estado do Amapá.

Histórico[editar | editar código-fonte]

A primeira circunscrição religiosa católica de Macapá foi a Paróquia de São José de Macapá, ereta no dia 29 de dezembro de 1752, pelo bispo do Pará Dom Frei Miguel de Bulhões. Esta paróquia é coetânea à vila de São José de Macapá, núcleo fundacional da cidade de Macapá. Estas fundações datam do no período pombalino, sendo rei de Portugal José I

No dia 8 de dezembro de 1912 os Missionários da Sagrada Família começam a trabalhar em Macapá, Mazagão e Amapá.

No dia 20 de junho de 1913 ocorre a fundação da Pia União das Filhas de Maria, em Macapá.

No dia 24 de junho de 1948 os padres do Pontifício Instituto de Milão chegam a Macapá.

A Prelazia de Macapá (Territorialis Praelatura Macapensis) foi ereta canonicamente pelo Papa Pio XII, por meio da bula Unius Apostolicae Sedis , de 1 de fevereiro de 1949, a partir de território desmembrado da então Prelazia de Santarém. Foi confiada pela Santa Sé aos cuidados do Pontifício Instituto das Missões (PIME). No dia 23 de março do mesmo ano a prelazia é instalada por Dom Frei Anselmo Pietrulla, OFM, bispo prelado de Santarém.

No dia 14 de fevereiro de 1950 o Padre Aristides Pirovano, do PIME, é nomeado administrador apostólico de Macapá, função na qual permanecerá até 1955 quando de sua nomeação para o episcopado.

A prelazia foi elevada à dignidade de diocese no dia 30 de outubro de 1980, pela bula Conferentia Episcopalis Brasiliensis do Papa João Paulo II.

Demografia e paróquias[editar | editar código-fonte]

Em 2004, a diocese contava com uma população aproximada de 339.000 habitantes, com 82,3 % de católicos.

O território da diocese é de 148.000 km.2, organizado em 28 paróquias.

A diocese abrange todo o estado do Amapá.

Bispos[editar | editar código-fonte]

Nome Período Notas
Bispos diocesanos
Dom Pedro José Conti 2005- Atual.
Dom João Risatti, PIME 1993-2003 Faleceu.
Dom Luiz Soares Vieira 1984-1991 Nomeado arcebispo de Manaus
Dom José Maritano, PIME 1981-1983 Renunciou.
Bispos prelados
Dom José Maritano, PIME 1966-1981 Renunciou.
Dom Aristides Pirovano, PIME 1955-1965 Renunciou por ter sido eleito superior geral do PIME


Bibliografia[editar | editar código-fonte]

  • GARDEL, Luis D. Les Armoiries Ecclésiastiques du Brésil (1551-1962). Rio de Janeiro, 1963.
  • GUIA histórico e catálogo da Arquidiocese de Belém. Belém, 1982. 45 p.
  • RAMOS, Alberto Gaudêncio. Cronologia eclesiástica do Pará. Belém: Falângola, 1985. 305 p.

Ligações externas[editar | editar código-fonte]


Small Mitre.svg Circunscrições eclesiásticas católicas do Brasil — Regional Norte II
(Pará e Amapá)
Bandeira do Pará Bandeira do Amapá

Província Eclesiástica de Belém do Pará
Abaetetuba | Bragança do Pará | Castanhal | Conceição do Araguaia | Macapá | Marabá | Óbidos | Ponta de Pedras | Santarém
Cametá | Itaituba | Marajó | Xingu